“Apresentador tentou usar controle financeiro contra a vítima de estupro”, diz delegada - Polícia
CRIME

“Apresentador tentou usar controle financeiro contra a vítima de estupro”, diz delegada

Ambientalista tinha intenção de adotar a vítima de 14 anos


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

(Atualizada às 11h37)

*Flash de Thracy Oliveira - TV Antena

A delegada Lucivânia Vidal, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente detalhou, em entrevista à TV Antena 10, o inquérito que investiga o apresentador e ambientalista, Alcide Filho. Ele foi preso na manhã desta quarta-feira(8) suspeito de estuprar um adolescente de 14 anos em Teresina. 

 

Adolescente vítima de estupro morava com apresentador Alcide Filho, diz delegada Reprodução / TV Antena 10

   

“No Conselho Tutelar, antes da Polícia Civil iniciar as investigações, o acusado tentou reverter a denúncia do estupro, o apresentador tentou exercer o poder financeiro que ele tem contra a vítima e família, dizendo que a criança teria furtado alguns objetos dentro da casa, o que não foi provado pelo acusado, nem com boletim de ocorrência que a vítima teria retirado algo da casa”, disse a delegada.

Ainda de acordo com a Lucivânia Vidal, o adolescente morava e trabalhava na produtora de TV, de propriedade do acusado, sob a alegação de receber uma ajuda financeira, e fez a denúncia por não suportar os abusos que sofria. Durante esse tempo, o adolescente também não era remunerado.

“A mãe do adolescente tinha problemas financeiros, e por isso ele foi morar na casa do apresentador para trabalhar na produtora, em troca ele recebia ajuda financeira, depois os abusos começaram”, afirmou a delegada.

Não há informações de quando o abuso começou, inicialmente o apresentador revelou que teria interesse em adotar esse menor.

A denúncia inicial foi feita em abril no Conselho Tutelar, que acionou a DPCA, e realizou as investigações. Além da prisão de Alcide Filho, a Delegada cumpriu mandados de busca e apreensão levando da produtora celulares e computadores.

“Foram encaminhados para a perícia, materiais importantes para uma investigação e através da apreensão desses objetos podemos até descobrir outros crimes ou novas vitimas”, revelou a delegada, acrescentando também que no local foram encontradas provas suficientes para justificar a prisão preventiva.

Emissora retira do ar programa de Alcide Filho

Em nota enviada ao A10+, a Rede Meio Norte, onde o apresentador comanda uma atração, informou que o programa EKOA será retirado da grade por tempo indeterminado, até que as denúncias sejam esclarecidas. 

Veja abaixo a nota na íntegra:

Em relação à denúncia de assédio envolvendo o publicitário e apresentador de programa terceirizado da Rede Meio Norte, Alcide Filho, a Meio Norte informa que o programa EKOA, será retirado da grade por tempo indeterminado, até que as denuncias sejam esclarecidas.

Reiteramos nosso reconhecimento ao enorme talento e grande serviço prestados a Meio Norte pelo publicitário e apresentador Alcide Filho, que certamente terá oportunidade de expressar sua versão em relação ao fato noticiado.

Sem mais para o momento, a emissora reitera seu repúdio a toda e qualquer forma de assédio, desrespeito, violência ou preconceito.

Atenciosamente

Entenda o caso

A Polícia Civil prendeu na manhã desta quarta-feira (8) o apresentador Alcide Filho, suspeito de estuprar um adolescente de 14 em Teresina. A prisão foi realizada na residência do acusado, no centro de Teresina, no local também foi cumprido mandado de busca e apreensão. 

  

Apresentador sendo conduzido para delegacia
PC-PI

   

A ação policial foi desenvolvida pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, com apoio da Gerência de Polícia Especializada. 

“O boletim de ocorrência foi registrado pela mãe desse adolescente no final do mês de abril, foi aberto inquérito policial, colhido elementos que subsidiaram o pedido de prisão, tendo fortes indícios que demonstram a veracidade dos fatos, inclusive com depoimento de familiares do acusado”, afirmou o delegado Matheus Zannata, da Gerência de Polícia Especializada.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado