OUTRO LADO

Mulher que desferiu golpe de faca em namorado em Pedro II diz que era vítima de violência

Ao A10+, advogada afirma que a suspeita agiu em legítima defesa e que tem provas acerca das agressões


A mulher suspeita de tentar decepar o pênis do namorado em Pedro II, região Norte do Piauí, se apresentou à polícia e esclareceu que agiu em legítima defesa por ser vítima de constantes agressões físicas e psicológicas dentro de casa por parte do companheiro. O caso ocorreu na madrugada da última quarta-feira (14). 

Ao A10+, a advogada Esmaela Macedo, que representa a defesa da suspeita, informou que a mulher apresentou laudos que comprovam as agressões que sofria do namorado, com quem mantinha uma união estável, e alegou que no dia do acontecimento eles estavam tendo uma discussão e diante de uma situação de perigo, ela pegou o objeto e desferiu um golpe nele. 

Mulher que desferiu golpe de faca em namorado em Pedro II diz que era vítima de violência
Reprodução

   

“Eles mantinham uma união estável. Eles estavam tendo alguns problemas já de violência dentro de casa, ela sofrendo violência doméstica há algum tempo e nesse dia, diante de mais uma situação de perigo ela em ato de se defender desferiu esse golpe em direção ao corpo dele, no entanto não foi um fato direcionado ao  órgão genital. Pegou na perna e virilha, tanto que foi superficial, mas o que eu posso dizer é que ela fez em legítima defesa”, explicou Macedo ao A10+. 

Ainda de acordo com a advogada, laudos médicos comprovam que a vítima já vinha sendo violentada pelo namorado fisicamente e psicologicamente há algum tempo. Ela citou que já pediu uma medida protetiva com base na Lei Maria da Penha, porque ao receber alta, o ex-namorado da vítima enviou ameaças para ela. 

“Pedi uma medida protetiva tendo em vista que ele depois que saiu do hospital ficou ameaçando ela de morte, os áudios com as ameaças agora estão nas mãos do delegado e da justiça”, destacou. 

A advogada Esmaela Macedo também rebateu a tese do advogado de defesa do ex-namorado da vítima que alegou que ela teria dopado o homem de 37 anos e decepado o pênis dele. A mulher relatou que eles estavam discutindo e ele tentou agredi-la, o que a motivou pegar a faca. 

“Eles estavam discutindo e ele tentou agredi-la novamente. Ela já havia sido agredida no final de semana anterior e diante do momento de agressão, ela foi na cozinha e a faca estava em cima da mesa, inclusive, a faca que eles tinham usado até para matar um carneiro. Foi o que ela encontrou mais próximo pra se defender naquele momento e acabou deferindo esse golpe que Graças a Deus não foi grave, mas foi em legítima defesa. O que eu posso dizer é que ela agiu pra se defender”, finalizou. 

A mulher deve responder ao processo em liberdade, até que o juiz responsável decida sobre a sentença do caso. O homem já recebeu alta médica. Ao A10+, o delegado Maycon Rodrigues, responsável pelas investigações, confirmou que a suspeita esteve na delegacia e prestou depoimento.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: