Prefeita registra BO depois de ser agredida por homem dentro de ônibus escolar no interior do Piauí - Polícia
VIOLÊNCIA

Prefeita registra BO depois de ser agredida por homem dentro de ônibus escolar no interior do Piauí

A gestora relata momentos de desespero ao ser atacada fisicamente e psicologicamente


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A prefeita da cidade de Gervásio Coelho, Gabriela Coelho, registrou Boletim de Ocorrência ao ser agredida por um homem. A gestora relata momentos de desespero ao ser atacada fisicamente e psicologicamente. 

Em vídeo, que circula nas redes sociais, é possível ver o agressor, identificado apenas como Mauro se aproximando de Gabriela e mantendo um diálogo. Momentos depois, ele entra em um ônibus escolar, onde ocorria uma atividade educacional, na comunidade "Raiz", e é acompanhado pela prefeita. O homem grava toda a ação e, dentro do veículo, inicia a discussão com empurrões e socos. Outras duas mulheres também teriam sido agredidas. 

  

Prefeita Gabriela Coelho
Divulgação
   

Pelo seu perfil oficial no Instagram, Gabriela revela sentimento de revolta por ter vivido e presenciado esse tipo de violência. 

"Estou triste, angustiada, mas buscando forças em Deus para lutar. Me solidarizo com a Márcia, Isaura e os outros que estavam dentro do ônibus e presenciaram, as agressões verbais que se fazem presentes há tempos e ele agora partiu para física. Isso é um absurdo e somente a nossa união, de homens e mulheres do bem, para combater. Tantas que aguentam caladas e não falam por medo e não falam com vergonha. Não tenho medo e nem vergonha de dizer, e atos planejado como esse podem se repetir a qualquer momento, porque o desespero é grande!", escreveu a gestora. 

Assista:


A Prefeitura de Gervásio Oliveira e outras entidades prestaram solidariedade à gestora.

Veja as notas

Prefeitura

A Prefeitura Municipal de Capitão Gervásio Oliveira, vem por meio deste manifestar repúdio ao fato ocorrido nesta quinta-feira (07) na Comunidade Raiz.
Na ocasião um homem teria agredido duas mulheres, sendo uma delas a prefeita Gabriela Coelho, em atitude completamente inadmissível.
A gestora e a outra vítima, moradora da comunidade
Chapada da Colônia, tem recebido auxilio e apoio da Secretaria da Mulher Municipalista, bem como outras autoridades do município.
Que fique bem claro que, enquanto gestão deste municipio, atitudes como esta jamais serão toleradas e as devidas providências para estão sendo tomadas.

APPM

A Associação Piauiense de Municípios (APPM), em nome de todos os prefeitos e funcionários desta Associação, repudia veementemente o lamentável e covarde ato de agressão ocorrido pela prefeita de Capitão Gervásio Oliveira e presidente do Conselho da Mulher Municipalista da APPM (CMM), Gabriela Coelho, nessa quinta-feira (07), enquanto participava da programação de evento municipal na Localidade Raiz.
São inaceitáveis atos de violência covarde contra Gestores Públicos no cumprimento de suas funções, a qual trabalham pela garantia da boa gestão, pela paz social e o cumprimento dos compromissos imputados pela administração municipal.
Tal atitude é injustificada, sobretudo, por se tratar de um ato violento que desnuda a dificuldade por que passam as mulheres no desempenho de suas funções e no pleno direito de sua cidadania.
É inadmissível, nos dias atuais, que atos violentos sejam utilizados para intimidar, e cremos que o respeito, a tolerância e a educação devem sempre se sobressair.
Ressaltamos que qualquer forma de desrespeito a Gestores Públicos no exercício da função ou em razão dela, ainda que não haja agressão física, é CRIME.
A APPM se coloca à disposição e se solidariza com a prefeita Gabriela Coelho, envolvida nesse triste episódio, e reitera o mais profundo repúdio a todo e qualquer ato de violência.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado