CRIME

Sargento da PM é assassinado e tem arma de fogo roubada em Teresina

O caso ocorreu na madrugada desta quarta-feira (26) na Avenida dos Ipês


(Atualizada às 10h40)

Um terceiro sargento da Polícia Militar identificado como André Maia foi assassinado com um tiro na testa e teve sua arma de fogo roubada na madrugada desta quarta-feira (26), na Avenida dos Ipês, região do bairro São João, em Teresina. O corpo da vítima estava próximo ao canteiro da pista e um pouco atrás estava sua motocicleta, que não foi levada pelos criminosos.

O A10+ apurou que o sargento Maia havia terminado sua participação na Operação Metatron momentos antes e seguia para sua residência após uma noite de trabalho. Ele era lotado no CPM I do Quartel do Comando Geral (QCG) e casado com uma policial militar.

  

Sargento da PM é morto a tiros e tem arma roubada na zona Sudeste de Teresina
TV Antena 10

   

Seis munições não deflagradas foram encontradas pela avenida e a cerca de cinco metros do corpo foi localizada a mola do carregador da arma do PM, o que fez a perícia supor que o policial pode ter tentado saca-la para atirar quando perseguido, entretanto, pode ter sido alvejado pelo(s) criminoso(s) antes de conseguir empunhar a pistola. As circunstâncias da morte serão investigadas.

À TV Antena 10, os peritos informaram que Maia foi atingido com um disparo na testa, que o levou a óbito imediato. Sua arma também não foi encontrada, apenas o carregador quebrado, ou seja, foi roubada pelo(s) bandido(s), configurando o latrocínio.


O local foi isolado por guarnições do 8º Batalhão de Polícia Militar. A equipe da Polícia Técnico Científica foi acionada para proceder com a perícia. O corpo do policial foi recolhido para a sede do Instituto Médico Legal (IML).

Ainda não há informações sobre a motivação e autoria. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

SSP-PI emite nota de pesar

A Secretaria Estadual de Segurança Pública lamenta profundamente o falecimento do 3° Sargento da Polícia Militar do Piauí, André Freitas Maia, ocorrido na madrugada desta quarta-feira, dia 26, em Teresina. Reiteramos que equipes da Polícia Civil iniciaram o trabalho de investigação para que o crime seja elucidado dentro dos rigores da lei. Neste momento de tristeza e dor nos solidarizamos aos familiares e amigos.

Polícia Civil disponibiliza canal de denúncias 

A Polícia Civil disponibiliza dois canais de denúncia para chegar à autoria do homicídio praticado contra o policial militar André Freitas Maia. Um dos canais de denúncia anônima é o telefone 86 32116682 e pela internet, pelo sítio da Polícia Civil através do endereço https://portal.pi.gov.br/pc/denuncia-anonima/

Ambos os canais são atendidos por investigadores e o sigilo é garantido. Quem tiver informações sobre o homicídio pode telefonar ou mandar mensagem pelo endereço https://portal.pi.gov.br/pc/denuncia-anonima/.

PM morto salvou vida de menino engasgado em 2018

Em abril de 2018, o então soldado Maia salvou a vida de um menino de 3 anos, que se engasgou com um pirulito, na cidade de União. Na época, a criança chegou a ser levada às pressas ao quartel da PM e já estava com o rosto roxo e sem respiração.

Na época, o PM era lotado no 16° Batalhão. O garoto que tinha três anos de idade estava engasgado com um pirulito e já sem respirar, quando foi salvo pelas mãos do policial Maia.

  

A vítima foi morta a tiros na Avenida dos Ipês, em Teresina
Reprodução

  

No momento da ocorrência, o PM André Maia agiu rapidamente e utilizou a manobra de Heimlich, uma técnica para desengasgar crianças, na qual as mãos sãos usadas para exercer forte pressão no músculo do diafragma que, pela compressão dos pulmões, induz uma tosse artificial, um movimento que expulsa o que estiver obstruindo a respiração.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque