Júlio César avalia pontos de arcabouço fiscal e comenta saída de Fábio Abreu do PSD - Política
POLÍTICA

Júlio César avalia pontos de arcabouço fiscal e comenta saída de Fábio Abreu do PSD

O deputado participou da Bancada Piauí, da TV Antena 10, nesta sexta-feira (31)


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O deputado Federal Júlio César (PSD) em entrevista ao Bancada Piauí, da TV Antena 10, nesta sexta-feira (31), avaliou o arcabouço fiscal apresentado pelo ministro Haddad e comentou a saída de Fábio Abreu da sigla para comandar o Podemos no Piauí. 

Os ministros da fazenda, Fernando Haddad, e do planejamento, Simone Tebet, anunciaram a proposta para o arcabouço fiscal, a regra fiscal para as contas públicas para substituir o teto de gastos. Sobre a proposta, o parlamentar comentou que o arcabouço beneficiaria os programas sociais do governo e as obras estruturantes. 

  

Deputado federal Júlio César Anna Paula Couto/ A10+

   

"Primeiro nos vamos quebrar o teto dos gastos. [O teto] é uma coisa que funcionou muito bem quando o Brasil arrecadava menos que o previsto, nós estamos com três anos que a arrecadação é superior ao previsto na lei orçamentária e mesmo aumento, como aconteceu em 2020, o governo só podia reajustar pela inflação, o excedente pagava o estoque da dívida do governo, agora não, quebrou, se crescer, nós vamos crescer também com algumas limitações, mas tem mais recursos para investimentos, mas acima de tudo para financiar os programas sociais", comentou. 

O texto ainda precisa ser votado pelo Congresso para substituir a regra atual, vigente desde 2017. Júlio César também destacou que a proposta é moderna e disse que pode ser aprovada em tempo hábil e que vai garantir equilíbrio entre a arrecadação e os gastos.

"Até a oposição está elogiando essa proposta. Pode ser emendada, ajustada, depende do relator, da negociação com o governo, da negociação com os entes federados, mas o texto é um texto moderno, que vai realmente viabilizar o financiamento desses programas sociais. Eu acho que nos vamos aprovar e no menor espaço de tempo pra dar mais liberdade ao tesouro nacional, para disponibilizar de mais recursos ao povo brasileiro", declarou. 

Mudança de partido

O secretário de defesa agropecuária do Piauí, Fábio Abreu, é suplente a deputado federal do PSD e na última segunda-feira (27) anunciou que vai se filiar ao Podemos e comandar a sigla no PI. O deputado Júlio César, que também preside o PSD no estado, disse que o partido tem interesse em manter o secretário no partido, mas ainda vai dialogar com ele. 

"Vou tentar conversar com ele, é apenas uma proposta, é um desejo desse partido, mas nós vamos mostrar pra ele as vantagens em se manter no nosso partido e as desvantagens de sair. Ele é muito amigo nosso, eu acho que o partido deu uma boa participação para ele financiar os custos, o presidente do partido, com quem estive ontem, tem um grande apreço por ele, é um homem de bem. Nós gostamos muito do Fábio Abreu e nós vamos mostrar pra ele algumas vantagens de ficar no partido e as desvantagens dele sair", finalizou.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado