Lula diz que Bolsonaro não retornará à Presidência e defende candidato jovem para 2026 - Política
POLÍTICA

Lula diz que Bolsonaro não retornará à Presidência e defende candidato jovem para 2026

Petista afirma em entrevista que 'povo vai ter que aprender a gostar da democracia'


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta terça-feira (2) que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), hoje inelegível até 2030, nunca mais voltará à Presidência da República. A declaração foi dada durante entrevista à radio baiana Sociedade. 

"[Bolsonaro] perdeu. Perdeu as eleições e eu vou contar uma coisa para vocês: não volta mais. Esse povo vai ter que aprender a gostar da democracia, vai ter que aprender a conviver de forma civilizada, de forma educada, um respeitar o outro", disse o petista. 

  

Lula diz que Bolsonaro não retornará à Presidência e defende candidato jovem para 2026
Reprodução

   

Bolsonaro foi condenado pela Justiça Eleitoral em duas ações, ambas em 2023: a primeira pela reunião feita no Palácio da Alvorada com embaixadores para deslegitimar o sistema eleitoral. A segunda, sobre uso do 7 de setembro de 2022 para fazer campanha eleitoral. Com isso, ele perdeu os direitos políticos e não poderá concorrer a nenhum cargo político até 2030. 

Mesmo com a inelegibilidade, Jair Bolsonaro usará seu capital político na tentativa de eleger seus pré-candidatos a prefeitos nas capitais brasileiras em 2024. Além disso, Bolsonaro deverá indicar o escolhido do PL para concorrer à presidência contra Lula. A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro e o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, são os mais cotados para o pleito em 2026.

Ainda em entrevista, o presidente voltou a afirmar que só será candidato novamente nas eleições de 2026 se não aparecer ninguém para "derrotar o fascismo". Ele defendeu a busca por um candidato jovem para o pleito. 

Recentemente, um ex-ministro cogitou que Lula deveria desistir de concorrer a reeleição para apoiar o governador do Piauí, Rafael Fonteles (PT). O chefe do executivo estadual está no seu 1º mandato e tem uma aprovação de mais de 86%, segundo o instituto Datamax. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

APÓS DESISTÊNCIA DE JOE BIDEN, VOCÊ ACREDITA QUE KAMALA TEM CHANCES DE DERROTAR TRUMP NOS EUA

ver resultado