PANDEMIA

Governo publica decreto que torna facultativo o uso de máscara no Piauí

Uso segue obrigatório em consultórios e clínicas privadas e públicas


O Governo do Piauí publicou o decreto que torna facultativo o uso de máscaras em ambientes aberto, semiaberto ou fechado no Piauí. A liberação veio após dados do Painel iCovid UFPI mostrarem uma redução no número de casos novos, de óbitos novos e da taxa de positividade, além da ocupação de leitos hospitalares. 

O decreto, publicado nessa segunda-feira (16), também determina que permanece obrigatório o uso da máscara em consultórios por trabalhadores, pacientes, acompanhantes e visitantes em clínicas, unidades e estabelecimentos assistenciais de atendimento à saúde, públicos ou privados, ambulatorial ou internação.

  

Uso de máscaras no Piauí é liberado
ilustrativa

   

No decreto fica a recomendação do uso de máscaras para gestantes, idosos e imunossuprimidos, além de frequente higienização das mãos com água e sabão ou com álcool a 70% (setenta por cento). Recomenda-se a toda a população o cumprimento do ciclo vacinal completo, incluindo doses de reforços, para todas as idades recomendadas, de acordo com calendário vacinal definido pelo Ministério da Saúde.

Confira o decreto aqui! 

Sesapi reforça importância de completar esquema vacinal contra a covid-19

O Comitê de Operações Emergenciais, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) fez um alerta para a população sobre a necessidade de completar o esquema vacinal. O levantamento feito pela comissão de imunização apontou que apenas 40,26% da população acima dos 18 anos completou o esquema vacinal. O grupo com idade entre 12 a 17 anos encontra-se com uma taxa de 46% com a primeira dose de reforço aplicada. 

  

Sesapi reforça importância de completar esquema vacinal contra a covid-19
Reprodução

   

Segundo a coordenação, no Piauí a faixa etária a partir de 18 anos possui 2.402.806 pessoas que devem tomar a vacina, desses apenas 2.326.316 um percentual de 96,81% recebeu a primeira dose. A segunda dose foi aplicada em 2.203,830 pessoas da faixa etária. Em relação ao primeiro reforço são 1.773,216 (73,73%) do público voltou para o reforço, o segundo reforço foi aplicado em apenas 967.592 piauienses, cerca de 40,26%. 

A superintende de Atenção à Saúde e Municípios, Leila Santos, explicou que a aplicação de vacinas tem relação direta com a redução do número de casos da Covid-19 no estado. 

“É inegável que as vacinas têm um grande impacto na redução dos números de caso, internações e óbitos. Atento a isso, a Sesapi realizou este levantamento onde foi detectado esse número de pessoas que não procuraram os postos de saúde para receber as doses de reforço contra a Covid-19”, explicou.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque