Núcleo de Córneas do Heda, no Piauí, registra aumento de 150% nas doações em 2024 - Saúde
SAÚDE

Núcleo de Córneas do Heda, no Piauí, registra aumento de 150% nas doações em 2024

As doações beneficiam pessoas cadastradas na fila de espera para córneas no Piauí


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Núcleo de Córneas do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda), sob gestão do Instituto Saúde e Cidadania (Isac), atingiu a marca de 20 doações de córneas em 2024, um aumento de 150% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram registradas apenas 8 doações.

Atualmente, 360 pacientes no Piauí aguardam na fila de espera por um transplante de córnea, conforme dados da Central Estadual de Transplantes. Esses pacientes esperam ansiosamente pela oportunidade de voltar a enxergar e ter uma vida independente.

  

Núcleo de Córneas do Heda registra aumento de 150% nas doações em 2024
Pixabay

   

Nadja Miranda de Freitas, coordenadora do Núcleo de Córneas de Parnaíba, destaca que o Núcleo de Córneas do Heda é referência na captação de córneas na região.

“Localizado no Heda e vinculado ao Banco de Olhos, em Teresina, o núcleo é pioneiro nessa iniciativa. Recentemente, o Banco de Olhos expandiu suas atividades, implantando um núcleo também no município de Piripiri, seguindo o modelo de sucesso da equipe de Parnaíba”, pontua.

O Núcleo de Córneas do Heda, em funcionamento desde 2020, é certificado pelo Banco de Tecidos Oculares do Hospital Getúlio Vargas (HGV). O atendimento ocorre todos os dias da semana, das 7h às 19h.

Benefícios das Doações

As doações beneficiam pessoas cadastradas na fila de espera para córneas no Piauí, com controle realizado pela Central Estadual de Transplantes.

  

No mês passado, foram registrados sete doadores de córneas
Divulgação
   

A atuação do Núcleo de Córneas do Heda e a colaboração do Instituto Médico Legal (IML) têm sido cruciais para aumentar as doações e proporcionar a muitos piauienses a chance de uma vida melhor.

Wal França, diretora-geral do Heda, destaca a importância da conscientização e solidariedade das pessoas, além do trabalho efetivo de toda a equipe envolvida para que se avance nas doações. “Essa sensibilização servirá para propagar informações sobre um programa tão importante já existente, mas sem ampla adesão. Nosso objetivo é destacar que a doação é um ato humanitário, um gesto nobre de amor ao próximo e aqueles que desejam se tornar um doador, podem se manifestar em vida”, afirmou.

Parceria com o IML

A parceria com o IML tem sido fundamental para o aumento das doações. No mês passado, foram registrados sete doadores de córneas, dos quais três foram provenientes do IML, representando quase 50% das doações do mês.

Pacientes que falecem no Heda ou que chegam ao IML, em até seis horas após a ocorrência, são avaliados para doação de córneas. E a maioria dos óbitos de pessoas entre 3 e 75 anos permite a doação, salvo algumas causas específicas.

Legislação e Procedimentos

A legislação atual determina que apenas familiares de até segundo grau e cônjuges podem autorizar a doação de órgãos ou tecidos. Uma entrevista é realizada com a família para explicar a possibilidade da doação de córneas.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado