Eleições 2022
POLÍTICA

Georgiano Neto cita qualificação dos jovens como medida para diminuição da criminalidade

Candidato a deputado participou do quadro "Quem é Você" do Balanço Geral Piauí


O candidato à reeleição, o deputado estadual Georgiano Neto (PSD) esteve no Balanço Geral Piauí, da TV Antena 10, nesta quarta-feira (14) e, durante a entrevista, comentou sobre sua atuação política nos seus mandatos e apresentou propostas para diminuir a criminalidade no estado.

Georgiano Neto, 28 anos, é filho do deputado federal Júlio César e lidera as pesquisas de intenção de votos para deputado estadual. Está em busca da terceira reeleição e entre os motivos citados para tentar a renovação do mandato está a disposição para continuar trabalhando pelo povo.

  

Georgiano Neto durante entrevista ao Balanço Geral Piauí
Anna Paula Couto/ A10+

  

"Disputando a minha terceira eleição bem mais madura, mais experiente, mas com muito mais vontade de continuar acertando, continuar dando a minha contribuição para o estado e continuar trabalhando por mais quatro anos e por isso que mais uma vez coloco meu nome à disposição", justificou.

Para o Piauí, ele acredita em fazer um mandato 'plural' com políticas voltadas para vários setores como a saúde, agricultura familiar, o agronegócio e para a cultura.

"O nosso mandato é extremamente plural, nós temos uma atuação nas bases universitárias, com apoio na saúde, na educação, na agricultura familiar como no agronegócio, com atuação importante no fortalecimento da estrutura dos municípios, com urbanização e melhoria na condição de vida para as pessoas. Também investimentos na parte cultural, do lazer, da juventude, do esporte e o que nós queremos é continuar com esse trabalho dos quatro anos, com um gabinete de portas abertas e uma presença forte nos municípios", explicou.

O candidato, que levanta a bandeira da juventude, disse que entre suas com propostas para diminuir a criminalidade no Estado estão a inclusão no mercado de trabalho e mais policiamento.

"O aumento da criminalidade em especial na faixa etária de 16 a 29 anos, nos precisamos fazer um trabalho em duas vertentes, primeiro na questão ostensiva para combater isso com muita diligência, isso compete à Secretaria de segurança, às polícias e por outro lado fazer um trabalho preventivo, o jovem não tendo ociosidade e tendo uma qualificação profissional e tendo uma garantia de emprego, ele não vai para esse caminho, infelizmente acontece esse desvio porque há um ociosidade e cai nesse caminho que não o correto", detalhou.

Por fim, o candidato pediu votos aos eleitores e disse que não tem medo de cobrar aos poderes medidas para a melhoria de vida da população e disse que em seus mandatos adquiriu experiência e se coloca à disposição da população.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: