Após 15 anos, polícia prende mulher suspeita de enterrar recém-nascido vivo no quintal de casa - Brasil
INFANTICÍDIO

Após 15 anos, polícia prende mulher suspeita de enterrar recém-nascido vivo no quintal de casa

A investigação da polícia apontou que ela ainda jogou a própria placenta na privada antes de enterrar o bebê


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Uma mulher, que não teve a identidade revelada, foi presa suspeita de enterrar vivo o filho recém-nascido no quintal de sua residência na cidade de Rio Verde, no sudoeste de Goiás. A investigação da Polícia Civil apontou que o crime foi cometido há 15 anos. 

A suspeita foi presa durante a Operação Xadrez 121, na última sexta-feira (01). De acordo com a PC, na época do crime, a polícia foi acionada por vizinhos da mulher e localizou o bebê no quintal da casa, já morto. 

 

Bebê recém-nascido Reprodução / Freepick

 

A mulher, segundo a investigação, jogou a própria placenta em um vaso sanitário antes de enterrar o recém-nascido. Em depoimento realizado em 2009, ela disse que não sabia que estava grávida e o bebê não teve nenhuma reação quando nasceu. 

Uma perícia foi realizada no corpo e apontou que ele nasceu com vida. Ela foi denunciada por infanticídio. Após a prisão, ela foi encaminhada para um presídio.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado