Estudantes de psicologia conhecem políticas de acolhimento à mulheres no Piauí - Cidades
POLÍTICA PÚBLICA

Estudantes de psicologia conhecem políticas de acolhimento à mulheres no Piauí

Os estudantes conheceram a estrutura da Sempi, e os serviços de atendimento e acolhimento às mulheres em situação de vulnerabilidade no estado


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Secretaria de Estado das Mulheres do Piauí (Sempi) recebeu nesta terça-feira (14), a segunda turma da disciplina de Políticas Públicas do Centro Universitário Santo Agostinho. A visita faz parte do programa de estudos da disciplina e reforça o compromisso da Sempi em oferecer aos alunos uma visão prática e detalhada sobre o funcionamento e a importância das políticas públicas de acolhimento às mulheres no Piauí.

De acordo com a psicóloga e professora Samila Leão, o objetivo da visita é conhecer de perto as políticas públicas de direitos das mulheres implementadas pelo Governo do Estado. “É importante conhecer como os projetos impactam a vida da população e principalmente apresentar a psicologia e como ela pode contribuir na formação dessas políticas públicas”, afirmou a professora.

  
Estudantes de psicologia conhecem políticas de acolhimento à mulheres no Piauí Reprodução
 
 
 

Os estudantes de psicologia tiveram a oportunidade de adentrar na estrutura da Sempi, compreendendo de perto os serviços de atendimento e acolhimento das mulheres em situação de vulnerabilidade no estado. 

Segundo a secretária das Mulheres, Zenaide Lustosa, essa experiência visa enriquecer o conhecimento dos futuros profissionais, preparando-os para atuar de maneira mais efetiva e empática diante das demandas sociais.

“A Sempi reforça que a interação entre a academia e as instituições públicas é fundamental para a formação de profissionais mais conscientes e engajados com a garantia dos direitos das mulheres”, finalizou a secretária. 

Fonte: Governo do Estado do Piauí


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado