TRANSPORTE

Táxi-lotação: publicada portaria que permite circulação do serviço em Teresina

Veículos cadastrados poderão usar os corredores do transporte coletivo na capital


A portaria que permite a circulação do serviço de Táxi-lotação em Teresina foi publicada no Diário Oficial do Município dessa segunda-feira (19). As tarifas, conforme documento, serão um pouco mais altas que à tarifa dos transportes coletivos.

De acordo com a portaria, o Táxi-lotação pode ser compartilhado por até quatro passageiros, em veículos de passeio convencional. Para os veículos com capacidade para transportar até 07 pessoas, a lotação pode ser de até seis passageiros, com exceção do motorista.

  

Táxi-lotação: publicada portaria que permite circulação do serviço em Teresina
Reprodução

  

A publicação também determina que o transporte pode utilizar os corredores exclusivos dos transportes coletivos em Teresina, sem a possibilidade de embarque e desembarque de passageiros nas estações conforme as regras especificadas no anexo do documento.

Os taxistas já cadastrados no serviço convencional que desejam fazer transporte de passageiros na modalidade de táxi convencional-lotação devem se encaminhar à sede da Strans para realizar um cadastro e adesivação do veículo pela equipe da Strans.

As tarifas cobradas no Táxi-lotação pode variar de acordo com o itinerário e serão calculadas com base na área de distância.

Sobre

O projeto Táxi-lotação foi aprovado pela Câmara Municipal de Teresina no ano passado e tem como objetivo ser mais um meio de transporte alternativo na capital. Os veículos irão trafegar nas mesmas vias que os ônibus e poderão levar até quatro pessoas no percurso. 

O projeto de lei é de autoria do vereador Leonardo Eulálio (PL) e foi pensado, de acordo com o parlamentar, junto com as cooperativas de táxi e o Sindicato de Taxistas de Teresina (Sinditaxi).

Veja aqui: DOM3357-19092022-ASSINADO.pdf

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: