Auxílio Gás será de R$ 102 em fevereiro; benefício começa a ser pago nesta sexta-feira - Economia
ECONOMIA

Auxílio Gás será de R$ 102 em fevereiro; benefício começa a ser pago nesta sexta-feira

Auxílio, transferido em meses alternados, tem o valor fixado conforme o preço de referência divulgado pela ANP


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Os beneficiários do Auxílio Gás começam a receber o valor de R$ 102 a partir desta sexta-feira (16). O benefício, que terá o depósito feito até o dia 29 de fevereiro, é transferido em meses alternados e tem o valor fixado conforme o preço de referência divulgado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Segundo o governo federal, cidades em que a Defesa Civil reconheceu  oficialmente situação ou estado de emergência, o pagamento do Auxílio Gás também poderá ser antecipado. O benefício foi criado em 2021 e tem por objetivo apoiar a compra do botijão de gás para famílias em situação de vulnerabilidade de renda.

  

Auxílio Gás será de R$ 102 em fevereiro; benefício começa a ser pago nesta sexta-feira
Arquivo: Banco Central
  

O auxílio é liberado na conta bancária do beneficiário e em casos de famílias que não tem acesso, é criada, automaticamente, uma poupança social digital, aberta na Caixa Econômica Federal para pagamentos de benefícios de programas do Governo Federal.

O calendário do benefício pode ser consultado pelo NIS, que está impresso no cartão do Programa Bolsa Família. Confira: 

Final do NIS/Data

1 - 16/2
2 - 19/2
3 - 20/2
4 - 21/2
5 - 22/2
6 - 23/2
7 - 26/2
8 - 27/2
9 - 28/2
0 - 29/2

Quem pode receber e como pedir?

O pagamento é feito para famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário-mínimo. Ainda de acordo com o governo, a inclusão no programa não prejudica o recebimento do Bolsa Família.

Para se cadastrar, é necessário realizar a inscrição no CadÚnico, que pode ser feita presencialmente em um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). Após a inclusão da família no programa, será feito o registro do benefício no sistema eletrônico, com base nas informações do CadÚnico e nos bancos de dados do BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Fonte: R7


Dê sua opinião:

Fique conectado