PREMIAÇÃO

Banco do Nordeste premia produtores urbanos e rurais e destaca importância de linhas de crédito

BNB já investiu mais de R$4 bilhões no Piauí. Evento aconteceu nesta quarta-feira (23), no bairro Noivos


O Banco do Nordeste (BNB) promoveu nesta quarta-feira (23) o XV Prêmio Banco do Nordeste de Microfinanças e o VII Prêmio Banco Do Nordeste da Agricultura Familiar e premiou 9 pessoas que se destacaram em suas produções após serem beneficiadas por uma das linhas de créditos do BNB. O evento aconteceu nesta tarde, no bairro Noivos, zona Leste de Teresina.

 

Evento ocorreu nesta quarta-feira (23) em Teresina
Laura Parente / A10+

 

O presidente do BNB, José Gomes da Costa, destacou ao A10+ a importância da premiação como forma de incentivar cada vez mais os empreendedores e empreendedoras do Piauí que são beneficiados tanto pelo Crediamigo ou Agroamigo.

“O objetivo do evento hoje aqui é premiar aqueles empreendedores que se destacam pela governança de suas atividades, seja com práticas adequadas de lhe dando a maior produtividade ou seja com práticas sustentáveis, com preservação do meio ambiente. São somente 9 empreendedores e empreendedoras premiadas aqui, mas isso é um símbolo, um exemplo que o Banco do Nordeste quer dar às outras centenas de milhares de empreendedores pra aqueles que sintam estimulados a melhorarem as condições de trabalho usando técnicas mais modernas e preservação do meio ambiente”, explicou.

  

José Gomes da Costa, presidente do BNB
Laura Parente / A10+

   

O Crediamigo e o Agroamigo são linhas de crédito do BNB que juntos já beneficiaram mais de 3.5 milhões de famílias em toda a região Nordeste e fomentam o desenvolvimento do país. O Crediamigo é maior programa de microcrédito orientado da América Latina e através dele já foram investidos mais de R$1.1 bilhão no Piauí.

“Nós nos orgulhamos de dizer que temos o maior programa de microcrédito orientado da América Latina, que é o Crediamigo, e temos também o maior programa de microcrédito rural que é o Agroamigo. O Crediamigo abrange em torno de 2,5 milhões de famílias e o Agroamigo em torno de 1,3 milhão de famílias. Somente no Piauí nós aplicamos esse ano no Crediamigo R$1.1 bilhão e mais R$400 milhões no Agroamigo”, disse o presidente do Banco do Nordeste (BNB), José Gomes da Costa.

  

Maria do Socorro Marçal da Silva, uma das produtoras beneficiadas pelo crédito
Laura Parente / A10+

   

A produtora Maria do Socorro Marçal estava na solenidade e contou como o crédito adquirido no BNB a ajudou a desenvolver o trabalho dela e de sua família. Dona Maria comprou um veículo através de um dos créditos do Banco do Nordeste e revelou que o bem é essencial para o desenvolvimento de seu trabalho.

“Hoje a gente tem um carro financiado pelo Banco do Nordeste e que facilitou demais a vida da gente pra fazer o translado dos nossos produtos que são diversificados, como a castanha, as rações. Toda a produção da gente usamos o carro para fazer o transporte e foi um bem muito precioso que nos ajudou bastante. Hoje tá muito difícil comprar um carro e na época que a gente fez a linha de crédito estava mais confortável, então hoje estamos pagando tranquilamente”, contou a produtora ao A10+. 

  

Diogo Martins, superintendente regional do BNB
Laura Parente / A10+

   

O superintendente estadual do BNB, Diogo Martins, lembrou ainda que ao todo já foram investidos mais de R$ 4 bilhões no Piauí. Segundo ele, o BNB acredita nos empreendedores do estado e em como eles podem gerar renda, empregos e desenvolvimento pro Piauí.

“O BNB já colocou na economia Piauí esse ano 4.4 bilhões de reais e isso a gente sempre enfatiza porque o banco tem a missão de desenvolver a região, tem a missão de desenvolver o Piauí. O Piauí já recebeu mais de 12% de todo recurso que o banco já colocou no Nordeste e só tem 5% do PIB do Nordeste. Então a gente está alavancando a economia do estado porque a gente acredita nos empreendedores do Piauí e acredita que esses empreendedores vão gerar emprego, renda e acima de tudo desenvolvimento para a região”, pontuou.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: