Governo prepara lançamento de novo sistema de alerta de desastres com maior alcance - Geral
TECNOLOGIA

Governo prepara lançamento de novo sistema de alerta de desastres com maior alcance

Programa está pronto desde dezembro de 2023, mas exigiu treinamento de equipes e plano de comunicação para ser colocado em prática


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Governo Federal deve lançar nas próximas semanas um novo sistema de alerta de desastres ambientais com um alcance maior e sem necessidade de cadastro por parte da população. O programa está pronto desde dezembro de 2023, mas exigiu treinamento de equipes e plano de comunicação para ser colocado em prática. Trata-se de uma evolução das mensagens enviadas por SMSA reportagem apurou que a tragédia do Rio Grande do Sul fez com que o plano para colocar a atualização em prática fosse acelerada.

  
Novo alerta
divulgação
 
 
 

A nova tecnologia traz vantagens, como não precisar de cadastro prévio dos consumidores; alcance instantâneo dos celulares das pessoas que estiverem em uma região de risco; alarme com aviso sonoro mesmo quando o celular estiver em modo silencioso; e sobreposição da mensagem de alerta na tela do aparelho celular, independentemente do conteúdo que estiver em uso.

De acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), as redes de telecomunicações móveis em funcionamento no país e que contam com a tecnologia 4G e 5G estão preparadas para a nova solução de alertas de emergência. “A agência fez testes e atestou o funcionamento técnico”, detalhou.

O uso efetivo depende das autoridades de defesa civil estaduais e municipais, responsáveis por gerir os riscos estabelecidos na Classificação e Codificação Brasileira de Desastres. A Anatel ponderou que há a necessidade de treinamento de servidores e um plano de comunicação adequado para que a população saiba as características do novo sistema e, assim, alertas não gerem pânico.

“Embora seja uma ferramenta de alto valor para prevenção, tem risco de ser usada indevidamente. Caso usada de forma indevida, como com conteúdos de desinformação, políticos ou mesmo para situações climáticas não severas, representariam o descrédito de uma nova tecnologia que vem para uma missão especial de salvar vidas”, exemplificou a Anatel.

O objetivo do sistema é auxiliar as ações da Defesa Civil para mitigar os impactos de desastres ambientais. A população receberá de forma mais enfática e universal informações sobre riscos de enxurradas, enchentes, alagamentos, chuvas fortes e vendavais.

Fonte: R7


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado