EM TIMON

Mulher envolvida em acidente que matou criança dentro de condomínio será ouvida, diz delegado

Após o caso, condutora ficou em estado de choque e não conseguiu prestar depoimento


A mulher suspeita de ter atropelado quatro pessoas na noite desta segunda-feira (23), em um condomínio em Timon, deverá ser ouvida ainda essa semana. Uma criança de apenas dois anos, identificada como Álvaro Leal Santana Campelo, estava entre as vítimas; ele não resistiu aos ferimentos e faleceu. 

Criança morreu após ter sido atropelada dentro de condomínio em Timon
Reprodução

   

“O advogado dela já se apresentou na delegacia manifestando interesse e se prontificando em apresentá-la. Estamos agendando pra ouvi-la ainda esta semana”, disse o delegado Renato Cordeiro à TV Antena 10.

O delegado relatou ainda que o carro atingiu quatro pessoas que estavam no local. As vítimas foram Álvaro Leal, sua mãe, uma outra criança e um adolescente. 

“Estava tendo um aniversário no salão de festas do condomínio Villa Joia, que fica logo ao lado da portaria. A condutora do veículo envolvido estava chegando nesse local pra esse aniversário e no momento que ela foi estacionar o carro em frente ao salão de festas por alguma razão o veículo em vez de de frear, acelerou abruptamente e invadiu o playground atropelando as pessoas”, contou o delegado. 

Delegado Renato Cordeiro
Ilanna Lima / TV Antena 10

   

O delegado não soube informar o estado de saúde das outras vítimas do acidente. Ele relatou que imagens foram coletadas e serão analisadas. Renato Cordeiro informou ainda que a perícia do local foi feita e que o veículo também passa por análises para descartar ou não possíveis falhas mecânicas. Ao longo da semana serão tomados os depoimentos de testemunhas e a polícia seguira com as investigações.

O que se sabe até agora 

A Polícia Civil do Maranhão investiga a possibilidade de falha mecânica e humana, o que pode incidir também no crime de omissão de socorro. Existe a suspeita, preliminar, que a condutora teria perdido o controle do veículo após o salto ficar preso em um dos pedais.

De acordo com a polícia, a condutora envolvida no acidente era visitante do condomínio e estaria tentando estacionar o carro quando, de repente, perdeu o controle e foi em direção ao parquinho onde estavam o menino de dois anos, que teve morte no local, a mãe dele e uma adolescente de 15 anos que saíram feridas.

O colégio Pro-Campus, onde a criança estudava, emitiu nota de pesar e afirmou que as aulas na turma do maternal estão suspensas nesta terça-feira (24).


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque