Homem que matou pai e mãe é suspeito de assassinar detento dentro de presídio no Piauí - Polícia
CRIME

Homem que matou pai e mãe é suspeito de assassinar detento dentro de presídio no Piauí

Em 2019, ele já havia sido preso por tirar a vida do pai, no Distrito Federal


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Um detento foi morto dentro de uma cela no Presídio Dom Abel Nunes, na BR-135, no município de Bom Jesus, ao Sul do Piauí, na noite dessa quarta-feira (31). O autor do crime seria Victor Gabriel Nunes de Paula, 23 anos, que estava preso por suspeita de matar a própria mãe a facadas na cidade de Corrente, em 25 de janeiro. Em 2019, ele já havia sido preso por tirar a vida do pai, no Distrito Federal.

As informações preliminares apontam que os dois detentos iniciaram uma briga por volta das 21h, sendo que o suspeito teria usado uma toalha para enforcar o companheiro de unidade identificado como Misael Ferreira. 

 

Victor Gabriel Nunes de Paula
Divulgação

   

Ele chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, mas não resistiu às agressões. Ao A10+, a Secretaria de Justiça enviou uma nota informando que foram tomados os procedimentos legais sobre o caso. 

"A Diretoria de Unidade de Administração Penitenciária (Duap) da Secretaria da Justiça informa que o interno de iniciais M.F. foi morto, nessa quarta-feira (31), em uma das celas da Penitenciária Dom Abel Alonso Nuñez, em Bom Jesus. A equipe de policiais penais da unidade acionou o SAMU que prestou os primeiros socorros à vítima, que  ainda encontrava-se com vida, porém não resistiu. Foi dada voz de prisão ao suspeito de iniciais V.G.N.D.P que foi levado para a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais", afirmou. 

Crime contra a própria mãe

A mulher identificada como Benedita Silva Nunes, 49 anos, foi assassinada próximo ao terminal rodoviário da cidade de Corrente. Ao A10+, o tenente-coronel Carlos informou que uma equipe do 7º Batalhão da Polícia Militar flagrou o momento em que populares se aglomeravam para tentar salvar a mulher. Eles relataram que o crime havia sido cometido pelo filho dela. Com requintes de crueldade, a mulher foi ferida em todo o rosto e teve os dentes quebrados.

O suspeito do crime foi interceptado pela polícia momentos depois do crime. Testemunhas também destacaram que Victor Gabriel era usuário de drogado e que sua mãe tentava tira-lo do vício, mas era ameaçada constantemente pelo filho.

O suspeito teria desferido pelo menos 17 facadas no pai. Ele foi flagrado abraçado com o corpo do pai e disse que teria sonhado com o crime e o matou por esta razão.  Após ser condenado pelo crime, ele ficou em liberdade com a apresentação de laudo psiquiátrico.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado