FRAUDE

Polícia fecha fábrica de documentos falsos e prende três pessoas em Teresina

No local foram encontradas cédulas de RG, documentos de identidade falsos e cartões do Auxílio Brasil


A Polícia Civil, através da delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), fechou nesta quarta-feira (16) uma fábrica de documentos falsos instalada no interior de um apartamento na zona Leste de Teresina. Um casal e outro homem que viviam com eles foram presos.

A ação foi realizada em cumprimento de um mandado de busca e apreensão. O inquérito apura operações fraudulentas com cartões de crédito de terceiros. Através de diligências na internet a polícia conseguiu identificar os responsáveis pelos crimes. Segundo informações da DRCI, os investigados são pessoas de uma mesma família e já foram processados na justiça federal por fraudes relacionadas a benefícios previdenciários. 

  

Polícia fecha fábrica de documentos falsos e prende três pessoas em Teresina
PC-PI
   

Ao chegar ao local para cumprimento da ordem, a equipe da DRCI encontrou provas dos crimes relacionados a fraudes de cartões de crédito e se depararam com a fábrica em pleno funcionamento. Foram apreendidos computadores, pen drives, cédulas em branco de RGs, documentos de identidade falsificados  e diversos cartões de crédito e cartões do auxílio Brasil. 

O Delegado Anchieta Nery, titular do DRCI, informou que um casal e um homem que morava com eles foram presos em flagrante por associação criminosa. 

“Foram conduzidos um casal, proprietários do móvel e mais um homem que residia com eles. Os três já são reincidentes nessa conduta de estelionato em benefícios do governo. A conduta da associação criminosa consiste em produzir documentos falsos e a partir daí solicitar benefícios governo, como o do atual Auxílio Brasil, ou mesmo solicitar empréstimos em instituições financeiras. Apreendemos 15 cartões magnéticos somente do benefício “Auxílio Brasil”, e cópias do procedimento serão enviadas para a Polícia Federal...Após encerramento do procedimento flagrancial, os presos serão apresentados ao Poder Judiciário para audiência de custódia”, finalizou o delegado.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: