Evento do PL Mulher em Teresina tem críticas de Michelle Bolsonaro a Lula e recado do ex-presidente - Política
ENCONTRO

Evento do PL Mulher em Teresina tem críticas de Michelle Bolsonaro a Lula e recado do ex-presidente

Durante discurso, a ex-primeira-dama relembrou gestão do marido e declarou que atual presidente e a esposa, Janja, vivem em eterna "lua de mel"


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro participou de um evento do PL Mulher neste sábado (15), em Teresina. O encontro foi marcado por várias críticas ao presidente Lula (PT) e comparações com o antigo governo. No encerramento, o ex-presidente Jair Bolsonaro fez uma breve participação online e enviou uma mensagem aos participantes sobre o pleito municipal. O encontro contou com a presença de várias lideranças da direita, entre elas, Iracema Portella, Gessy Lima e outras. 

Durante discurso, Michelle afirmou que a meta é eleger o maior número de vereadoras e prefeitas do partido em 2024. Ela também destacou a importância da mulher na política. A ex-primeira-dama, mesmo negando, é uma das cotadas para concorrer a um cargo político em 2026 que pode ser o Senado Federal ou até mesmo, dependendo das pesquisas, a presidência da República, já que o marido está inelegível até 2030. 

  

Evento do PL Mulher em Teresina tem críticas de Michelle Bolsonaro a Lula e recado do ex-presidente Reprodução Youtube

   

“Queremos eleger o maior número de vereadoras e prefeitas neste ano e com certeza fortalecendo a nossa base para 2026. Nós temos quase 52% de mulheres e queremos que este número seja representado,  queremos transformar esse número em representatividade em todas as séries de decisões. Eu sou uma mulher, dona de casa, eu sou uma mulher que cuida dos filhos, que cuida do marido, que tem os seus projetos, né? Eu tenho um projeto também de resgate de animais e eu sou uma mulher comum como você e hoje eu sou presidente do maior movimento partidário feminino do Brasil porque eu posso falar pra vocês, porque nós temos dados, nós temos números”, declarou.

Durante seu discurso, Michelle também falou sobre sua trajetória e de seu marido, o ex-presidente Jair Bolsonaro, quando, mesmo sem apoio, ele resolveu concorrer ao maior cargo político do país. Na ocasião, ela também citou o atentado contra Bolsonaro em 2018 e afirmou que a esquerda “representa o pai da mentira”.

  

Gessy Lima e Michelle Bolsonaro durante evento em Teresina Reprodução Youtube

   

“Aqueles que pregam o amor e a pacificação, infelizmente, eles assassinam a sua reputação e eles te matam, eles não conseguem respirar o mesmo ar que vocês. Então a gente acaba vendo e aprendendo que é um discurso mentiroso, é uma falácia, eles representam o pai da mentira”, comentou.

Críticas ao governo Lula e presença online de Bolsonaro no evento 

No evento, Michelle Bolsonaro também teceu duras críticas ao governo Lula, fazendo uma comparação com o atual governo e com a gestão de Bolsonaro. Ela também criticou os gastos com viagens e citou que Lula e a primeira-dama Janja vivem em "eterna lula de mel".

“Esse é o momento que Deus permitiu a gente comparar entre um governo justo que cuidou do povo e um governo ímpio que está fazendo o povo gemer, que está fazendo o povo sofrer. Porque olha só, eles podem viajar, os pombinhos [Lula e Janja] estão em eterna lua de mel. Nós viajávamos e ficávamos em embaixadas que são maravilhosas, e isso sabe o que é? Responsabilidade com o dinheiro do contribuinte”, disse.

  

Encontro contou com a presença de várias lideranças da direita em Teresina Reprodução Youtube

   

E continuou: “você olha as contas, dois meses de pombinhos, R$ 66 milhões, pelo amor de Deus...quanta coisa a gente podia fazer com esse valor. Ele gastou no ano passado, em aluguel de carros de luxos, R$ 16 milhões, podendo pagar o 13º do Bolsa Família para milhares de mães, tirando daqueles que precisam. Não tem vergonha na cara. O governo, é prioridade, mas a prioridade é tirar de quem precisa”, disse.

Aos gritos de ‘mito’ e comoção dos presentes, o ex-presidente Jair Bolsonaro participou do evento por meio de uma chamada ao vivo e deixou um recado para seus seguidores.

Em sua fala, ele comentou sobre o movimento migratório nos Estados Unidos e comparou com o êxodo de pessoas do nordeste para as regiões Sul do país. Bolsonaro declarou que essa saída tem relação com os gestores eleitos pela população, quem em sua maioria são de esquerda.


"Por que tem necessidade maior a região nordeste? (saída de pessoas do Nordeste para outras regiões) Porque quem administra vocês há 20 anos é a esquerda, é o PT, é o PCdoB, é o PSOL. São esses partidos de esquerda que vivem do capitalismo, os seus líderes, mas preferem para vocês, mais humildes, o socialismo. E até mesmo o comunismo. A elite rica, dirigente desses partidos e condenam vocês a viverem em uma situação mais difícil, inclusive enganam vocês que a educação é de qualidade, mas as melhores educação do Brasil estão nos estados aqui do Sul e Sudeste, e a pessoa educada, ela vence a barreira da empresa e ela vai criar sua independência e ser feliz economicamente”, disse.

Por fim, o ex-presidente também pediu que os eleitores votem com “razão” nas próximas eleições. Inelegível até 2030, Bolsonaro não poderá concorrer a nenhum cargo político, mas usará sua imagem para eleger o maior número de prefeitos e vereadores em 2024. A meta é também fortalecer o escolhido do partido para enfrentar Lula em 2026 que, mesmo negando, deverá concorrer a reeleição. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

APÓS DESISTÊNCIA DE JOE BIDEN, VOCÊ ACREDITA QUE KAMALA TEM CHANCES DE DERROTAR TRUMP NOS EUA

ver resultado