Wellington Dias e vice-presidente debatem oportunidade de emprego e renda para inscritos no CadÚnico - Política
POLÍTICA

Wellington Dias e vice-presidente debatem oportunidade de emprego e renda para inscritos no CadÚnico

Objetivo é buscar parcerias para o Pacto de Inclusão Socioeconômica que garantem mais emprego e renda


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Para buscar parcerias que garantam a inclusão socioeconômica da população vulnerável no país, o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, se reuniu nesta quarta-feira (15.03), em Brasília, com o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin.

O objetivo da reunião foi traçar estratégias para o Pacto de Inclusão Socioeconômica, um projeto que visa promover mais oportunidades de emprego e renda para as pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico).

  

Wellington Dias e vice-presidente debatem oportunidade de emprego e renda para inscritos no CadÚnico Divulgação

   

Durante a reunião, Wellington Dias destacou a importância de garantir oportunidades de emprego e de empreendedorismo para as famílias que estão cadastradas no Programa Bolsa Família com capacidade e força produtiva para o trabalho.

Segundo o ministro, é necessário dar condições para que essas pessoas possam sair da pobreza e ter uma vida melhor. “Aqui é o casamento entre um trabalho do MDS e do MDIC para dar as mãos e tirar pessoas da pobreza. Esse é o desejo tanto do nosso vice-presidente Alckmin quanto do presidente Lula”, afirmou Wellington Dias.

Geraldo Alckmin destacou o grande passo que o Governo Federal deu ao relançar o Programa Bolsa Família, especialmente pelo valor mínimo garantido de forma permanente de R$ 600 e pelo adicional de R$ 150 por cada criança de até seis anos.

  

Objetivo é buscar parcerias para o Pacto de Inclusão Socioeconômica que garantem mais emprego e renda Reprodução

   

O ministro do MDIC ressaltou ainda a importância de iniciativas como a do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para garantir a qualificação profissional das famílias inscritas no CadÚnico, para que elas possam conseguir empregos com carteira assinada ou se tornarem empreendedoras.

"Acho que são dois grandes caminhos, o do emprego com carteira assinada e o do empreendedorismo. Assim, iremos garantir que essas famílias possam ascender, melhorar, ter um emprego de carteira assinada, fazer uma carreira ou ser um empreendedor e ter uma renda melhor", explicou Geraldo Alckmin.

O vice-presidente antecipou que na próxima semana ele terá uma agenda de trabalho com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para incluir a instituição financeira no Pacto de Inclusão Socioeconômico. “Estarei no BNDES e vou levar uma das nossas pautas para eles. O banco pode participar do Fundo Garantidor, assegurando, por exemplo, o crédito para esse trabalho”, finalizou.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado