Celso Sabino toma posse como ministro do Turismo - Brasil
BRASIL

Celso Sabino toma posse como ministro do Turismo

Político está à frente da pasta desde julho; Sabino foi indicado pelo União Brasil e assumiu ministério no lugar de Daniela Carneiro


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O ministro do Turismo, Celso Sabino, foi oficialmente empossado no cargo nesta quinta-feira (3). Ele assumiu a pasta na metade de julho em uma negociação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com o partido de Sabino, o União Brasil, que cobrou uma alteração no comando do ministério em troca do apoio da legenda ao chefe do Executivo no Congresso Nacional.

Sabino substituiu Daniela Carneiro na chefia do Ministério do Turismo. A ex-ministra, também filiada ao União Brasil, perdeu força à frente da pasta ao entrar em atrito com o partido depois de iniciar um processo para se desfiliar da legenda. Lula resistiu em promover a mudança por ter uma boa relação com Daniela, mas decidiu fazer a troca para não comprometer a governabilidade.

  
Celso Sabino toma posse como ministro do Turismo Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
 
 
 

No discurso de posse, Sabino disse que quer impulsionar o setor de turismo para que o Brasil receba cada vez mais turistas estrangeiros.

“O Brasil alcançou a marca histórica de 6,3 milhões de visitantes estrangeiros antes da pandemia de coronavírus em 2019. Praticamente, o mesmo número de turistas internacionais que estiveram somente na Torre Eiffel. Nossa vizinha Argentina recebeu mais de 7 milhões. Estados Unidos, 50 milhões. China, 65 milhões. Espanha, 71 milhões de turistas estrangeiros. E nós, com 6,3 milhões. Vamos trabalhar para ampliar nossa participação nesses números", afirmou.

Sabino prometeu, ainda, programas para facilitar viagens dentro do país, para que os brasileiros possam visitar e conhecer outras regiões do Brasil.

“Para incrementar o fluxo turístico interno, lançaremos o 'Conheça o Brasil', pois muitos brasileiros ainda não conhecem o seu próprio país. É um programa de estímulo a viagens que, por meio de parcerias com a iniciativa privada, ofertará descontos para pessoas da melhor idade e para trabalhadores de baixa renda”, explicou o ministro.

“Temos ainda um programa que, em parceria com o Ministério de Portos e Aeroportos, do ministro Márcio França, disponibilizará passagens aéreas e hospedagem a preços bastante acessíveis”, disse.

Fonte: R7


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Eleições nos Estados Unidos: você acha que Joe Biden tem condições de disputar a reeleição

ver resultado