Hospital Justino Luz realiza primeira cirurgia para retirada de tumor cerebral - Cidades
SAÚDE

Hospital Justino Luz realiza primeira cirurgia para retirada de tumor cerebral

O sucesso da cirurgia é atribuído a diversos fatores, entre eles, a qualificação da equipe médica, a estrutura hospitalar e o atendimento


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Hospital Regional Justino Luz, em Picos, realizou a primeira cirurgia de tumor cerebral. O procedimento teve como paciente uma mulher de 42 anos, residente na cidade de Alagoinha do Piauí, distante 389 quilômetros de Teresina.

Segundo a diretora do hospital, Ana Lígia Passos Meira, a paciente vinha enfrentando intensas dores de cabeça e convulsões, passou por uma avaliação neurológica e exames de imagem que revelaram a presença de um tumor com aproximadamente 5 centímetros de diâmetro no lado frontal do cérebro. “Diante do diagnóstico, os neurocirurgiões optaram pela realização da cirurgia utilizando um microscópio cirúrgico, visando a remoção da massa tumoral cerebral”, explicou a gestora.

  
Hospital Justino Luz realiza primeira cirurgia para retirada de tumor cerebral Reprodução
 
 
 

O superintendente de Média e Alta Complexidade da Sesapi, Dirceu Campêlo, destaca que o sucesso da cirurgia é atribuído a diversos fatores, entre eles a detecção precoce do tumor, a qualificação da equipe médica envolvida, a estrutura hospitalar adequada e o atendimento em tempo hábil.

"O Justino Luz passou a contar com um microscópio cirúrgico para cirurgias de tumor. Esse equipamento é essencial na realização e sucesso deste tipo de procedimento. O Governo do Piauí tem trabalhado para levar cada vez mais tecnologia aos seus hospitais e facilitar o atendimento aos pacientes", afirmou o superintendente.

O gestor ressaltou a importância da rapidez entre o diagnóstico e a realização da cirurgia, impedindo o crescimento do tumor e garantindo o sucesso do procedimento. "Isso é muito gratificante, saber que a pessoa conta com o tratamento adequado em Picos, mais próximo de sua casa", pontuou Dirceu Campêlo.

O procedimento, que teve duração de aproximadamente quatro horas, foi conduzido pelos neurocirurgiões Kassio Alencar e Thassyo Ferraz. Após a cirurgia, a paciente foi encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O médico ressaltou a necessidade do uso do microscópio cirúrgico para permitir uma melhor visualização. “Para a retirada desse tumor, pela riqueza e importância das estruturas nobres do sistema nervoso ao redor, foi necessário fazer a cirurgia com microscópio cirúrgico para permitir melhor visualização dessas estruturas”, destacou Kassio Alencar.

A paciente, Maria Vilaneide, expressou profunda gratidão a Deus e à equipe da neurocirurgia. "Até fico emocionada. Sofri mais de um ano com dores de cabeça intensas e muita sonolência. Amanhã terei alta e vou voltar para casa com vida e saúde", declarou emocionada.

Fonte: Governo do Estado do Piauí


Dê sua opinião:

Fique conectado