Povos originários do Piauí recebem mais de R$ 170 mil de fomento ao empreendedorismo - Cidades
INVESTIMENTOS

Povos originários do Piauí recebem mais de R$ 170 mil de fomento ao empreendedorismo

Ao todo, 23 empreendedores rurais das comunidades foram contemplados para investimento nas atividades de suinocultura, bovinocultura e avicultura


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Os Povos Indígenas Tabajara e Tapuio, situados na comunidade Nazaré do município de Lagoa de São Francisco, receberam, no final de semana, um importante investimento de R$ 176 mil disponibilizado pela Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí (Piauí Fomento). Ao todo, 23 empreendedores rurais das comunidades foram contemplados com os recursos para fomento nas atividades de suinocultura, bovinocultura, avicultura e caprinocultura.

O presidente da Piauí Fomento, Feliphe Araújo, destaca a importância do apoio aos povos originários e desenvolvimento econômico da região. “Muito feliz de estar aqui na comunidade indígena Nazaré, fazendo a liberação de recursos para produtores rurais. A primeira do ano de 2024 buscando fortalecer a política estadual do governo, de geração de renda e emprego. Ao todo, nós liberamos quase R$ 177 mil reais. A destinação dos recursos para estes produtores rurais representa uma ação concreta de valorização dos povos originários e da agricultura familiar”, disse o gestor.

  
Povos originários do Piauí recebem mais de R$ 170 mil de fomento ao empreendedorismo Reprodução
 
 
 

De acordo com os dados do Censo 2022, 44,48% dos indígenas do país estão concentrados no Norte. Em seguida, com o segundo maior número, está o Nordeste, com 528,8 mil, concentrados 31,22% do total do país. Juntas, as duas regiões respondem por 75,71% desse total. O Piauí possui mais de 7,2 mil pessoas indígenas. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com o apoio da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai). 

“É uma satisfação muito grande estar recebendo a equipe da Piauí Fomento, onde está sendo liberado esse valor que vai fomentar os produtores da nossa comunidade, que já trabalham com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da SAF e da CONAB e, com isso vai aumentar a sua produção e venda. Então, é uma alegria grande termos esse apoio financeiro para o desenvolvimento de nossas atividades”, ressalta Maria Gardênia, presidente da Associação da Comunidade Nazaré.

Fonte: Governo do Estado do Piauí


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado