“Família está toda abalada”, diz tio de cabeleireiro que morreu após ter sido espancado em Teresina - Geral
NO PIAUÍ

“Família está toda abalada”, diz tio de cabeleireiro que morreu após ter sido espancado em Teresina

Em entrevista exclusiva à TV Antena 10, Antônio Costa diz que Rivaldo era uma pessoa amigável e conhecida em toda a região onde morava


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A TV Antena 10 entrevistou com exclusividade nesta segunda-feira (25), Antônio Costa, tio do cabeleireiro Rivaldo de Sousa do Barreto, 38 anos, que foi brutalmente espancado e abandonado em um grotão na Vila da Paz, zona Sul de Teresina. A vítima foi a óbito no domingo (24) e o laudo do Instituto Médico Legal (IML) revelou que ele tinha pancadas na cabeça, tórax e abdômen.

De mãe falecida e pai cadeirante, o familiar explicou que Rivaldo era uma pessoa amigável, que todo mundo do bairro o conhecia e que para todos foi um choque. Segundo Antônio, a família está abalada pela forma como tudo se deu, desde o crime, ao socorro que seu sobrinho recebeu e ao seu óbito.

  

Tio fala sobre assassinato de Rivaldo Barreto TV Antena 10

   

“É um momento de choque, delicado e a família neste momento não consegue se organizar para prosseguir e ter os procedimentos iniciais e administrativos também. Estamos esperando acalmar mais um pouco. O Rivaldo era uma pessoa que o bairro todo conhecia, amigável, tinha uma boa convivência aqui no bairro, tinha suas opções próprias, opção sexual e vivia na casa dele. Isso que nós não sabemos, o que motivou o crime. Estamos aguardando as investigações e com certeza a delegacia competente vai esclarecer isso para nós”, desabafou o tio.

A família da vítima criticou a forma como Rivaldo foi socorrido pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), tendo em vista que ele estava bastante machucado e, segundo eles, não teria tido um "certo cuidado" com o cabeleireiro. Uma suposta negligência durante o atendimento está sendo alvo de apuração por parte da Diretoria de Enfermagem e Geral do SAMU.

Imagens feitas no local pela TV Antena 10 mostram o momento do atendimento à vítima, que se levanta sozinha, apesar do estado, e sobe na maca com ajuda de terceiros. Em nota enviada ao A10+, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) informou que acerca da equipe que realizou o socorro, todos os profissionais são capacitados para esse tipo de ocorrência.

  

Rivaldo Barreto morre após ser espancado em Teresina Reprodução / TV Antena 10

   

No entanto, segundo o comunicado enviado, os servidores estão sendo ouvidos para esclarecimentos e se for constatada de fato alguma negligência, medidas administrativas serão tomadas.

“Nós tivemos acesso (às imagens) e para nossa família, foi uma surpresa, pois a gente espera que o Samu não tivesse aquele procedimento. A equipe que nem a do Samu, preparada para procedimentos padrões desse tipo de ocorrências. Mas como a gente vê das imagens, além de ser mais ‘machucant’e, para a família é desumano aquela situação”, destaca o tio.

Rivaldo chegou a ser socorrido, encaminhado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e morreu horas depois. Familiares foram ouvidos pela polícia após o crime. Ele foi enterrado na manhã de hoje.

Outras diligências serão feitas pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que ficará responsável pelo inquérito final. A família pede justiça.

“Sentimento de que a justiça seja feita. Vamos tomar nossas providências, observar mais as imagens e dentro do momento oportuno tomar e nossa família não vai deixar também esse caso ficar parado”, finaliza.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado