Mais de 75 litros de agrotóxicos irregulares são apreendidos pela Adapi no Piauí - Geral
FISCALIZAÇÃO

Mais de 75 litros de agrotóxicos irregulares são apreendidos pela Adapi no Piauí

Em Rio Grande do Piauí, os produtos estavam armazenados em um depósito de um supermercado


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (ADAPI) apreendeu mais de 75 litros de agrotóxicos em estabelecimentos comerciais nas cidades de Rio Grande do Piauí e Itaueira. A apreensão aconteceu na última terça-feira, após denúncias anônimas de comercialização ilegal e armazenamento irregular dos produtos.

Em Rio Grande do Piauí, os produtos estavam armazenados em um depósito de um supermercado. “Conseguimos apreender 67 litros de agrotóxicos que estavam debaixo de caixas vazias. "Devido ao risco de contaminação cruzada (contaminação de alimento por um contaminante nesse caso um agrotóxico), principalmente, estabelecimentos como supermercados não podem vender agrotóxicos, sendo assim, o mercadinho não tinha registro junto a ADAPI para a prestação desse serviço. Além do que, esses produtos seguem regras específicas de armazenamento  determinadas por leis federais e estaduais”, informou Olavo Castelo Branco, Coordenador de Controle de Agrotóxicos da Adapi. 

Mais de 75 litros de agrotóxicos irregulares são apreendidos pela Adapi no Piauí
Divulgação
   

Já em Itaueira, cidade situada a 35km de Rio Grande do Piauí, os flagrantes ocorreram em dois estabelecimentos comerciais, ambos sem registro junto a ADAPI para comercialização. “No primeiro encontramos 42 litros de agrotóxicos armazenados no banheiro e no segundo 15 frascos de um produto e 5 litros de outro expostos à venda. As duas situações oferecem risco tanto para os trabalhadores e para os clientes”, disse um dos fiscais que atuou no momento da ação.

A ADAPI esclarece e reforça que a venda de agrotóxicos segue regras estabelecidas pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) e por lei e decretos estaduais da própria Agência. “Para comercializar agrotóxicos, os estabelecimentos precisam ter registro junto a Agência de Defesa Agropecuária do estado e para conceder esse registro é necessário o atendimento a uma série de critérios e exigências, como local adequado para armazenamento desse produtos que não ofereça riscos, controle de estoque dentre outros, além da existência de um engenheiro agrônomo que seja o responsável técnico”, frisa Ozael David, Gerente de Defesa Vegetal.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado