Justiça determina que prefeitura de São João do Piauí dê a destinação correta dos resíduos sólidos - Justiça
DECISÃO

Justiça determina que prefeitura de São João do Piauí dê a destinação correta dos resíduos sólidos

A multa em caso de descumprimento da decisão é de R$ 10 mil por mês


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Vara Única da Comarca de São João do Piauí acatou o pedido do Ministério Público e determinou que o município dê a destinação ambientalmente correta dos resíduos sólidos. A decisão foi proferida no último dia 20 de abril. 

Em 2014, o MPPI denunciou que o município usava um terreno localizado nos arredores do Cento da cidade para depositar lixo. Uma perícia realizada em agosto contatou que eram jogados e queimados vários tipos de resíduos sólidos, inclusive hospitalar, e no local havia ocupação urbana próxima e camadas de solo passíveis de contaminação. 

  

Justiça determina que prefeitura de São João do Piauí dê a destinação correta de lixo hospitalar Reprodução
   

A justiça atendeu aos 19 pedidos feitos pelo MPPI. Com a decisão, o município deve realizar o tratamento e destinação do lixo hospitalar em aparelhos de esterilização; a delimitação e cercamento da área do lixão, inclusive com instalação de porteira e cadeado, no prazo de 10 dias. Além da regulação imediata das descargas de lixo. 

A prefeitura de São João do Piauí deve ainda iniciar a execução do projeto de aterro sanitário e realizar o processo de licenciamento ambiental, junto ao órgão competente. Em caso de atraso na implementação das acoes determinadas, o juiz Ermano Martins fixou uma multa de R$ 10 mil para cada mês de atraso. 

A 2ª Promotoria de Justiça de Sao Raimundo Nonato vai acompanhar a decisão judicial. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado