Casal é preso suspeito de matar homem com facada durante bebedeira no interior do Piauí - Polícia
HOMICÍDIO

Casal é preso suspeito de matar homem com facada durante bebedeira no interior do Piauí

A vítima era de Teresina e estava na região de passagem, atrás de emprego, segundo a PM


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Um casal foi preso pela Polícia Militar do Piauí na tarde desta quarta-feira (13), suspeito de envolvimento na morte de um homem, identificado como David Antonio Crispim da Silva, no bairro Planalto São Raimundo, zona urbana do município de Boa Hora, na região Norte do estado. A vítima, que trabalhava no corte de eucalipto em uma fazenda na região, estava bebendo na residência dos presos, quando foi morta com uma facada. 

Ao A10+, o sargento Fontinele, comandante do GPM de Boa Hora, explicou que durante essa bebedeira no imóvel, teria ocorrido um desentendimento entre os envolvidos, momento em que a mulher teria desferido uma facada nas costas da vítima, que morreu no local. Uma equipe de socorristas locais foram acionados e constataram o óbito. 

  

Vítima foi morta com uma facada Reprodução/ Redes Sociais

   

“Foi por volta das 13h30. houve uma confusão, um desentendimento entre o casal com ele e a mulher desferiu uma facada nas costas dele. A saúde já havia constatado o óbito; o local é perto da Upa. Começamos as diligências e nas imediações tivemos êxito”, disse.

Ainda segundo a Polícia Militar, os suspeitos foram presos a 100 metros do local do crime, em um bar. A faca utilizada no homicídio foi localizada e apreendida. David Antonio Crispim era morador de Teresina, residente no bairro Parque Brasil e estava na região de passagem, atrás de emprego, segundo o comandante do GPM. 

O casal foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Barras para os procedimentos cabíveis. 

Fonte: Portal A10+ com informações da PMPI


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado