FEMINICÍDIO

Sete meses depois, suspeito de matar esposa a facadas é preso em Barras

Lindojhosson de Sá estava foragido, mas voltou à cidade onde o crime aconteceu e foi preso pela PM


Lindojhosson de Sá Ferreira Furtado, suspeito de ter assassinado a facadas sua esposa Suzana de Carvalho Silva, foi preso pela Polícia Militar nesta segunda-feira (12), no município de Barras, onde o crime aconteceu.

O caso foi registrado em fevereiro deste ano e, desde então, Lindojhosson estava foragido. O tenente Batista Júnior informou ao A10+ que a prisão aconteceu depois de uma denúncia anônima de que o foragido estaria na casa de seu pai.

  

Mulher é morta a facadas no Piauí e marido é o principal suspeito do crime
Reprodução

   

“Desde o fato ele estava foragido e contra ele estava pendendo o mandado de prisão preventiva. Ontem a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima que ele estava na mesma localidade do crime, na casa do pai dele. Por volta das 19 horas constatamos a informação. Ele tentou fugir, mas foi capturado”, explicou o tenente.

Ainda de acordo com o militar, o suspeito não quis dar declarações sobre o crime. Segundo informações repassadas à polícia, ele teria passado parte desse tempo foragido no estado do Maranhão e voltou para Barras no domingo (11) a noite.

Entenda o caso

Suzana Carvalho foi atingida com quatro golpes de faca no dia 13 de fevereiro, no povoado Mocambo, zona Rural de Barras, interior do Piauí. O marido da vítima, Lindojhosson de Sá Ferreira Furtado, é o principal suspeito do crime. Suzana ainda chegou a ser encaminhada ao Hospital Regional Leônidas Melo, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Matérias relacionadas

Mulher é morta a facadas e marido é o principal suspeito do crime

Polícia diz que pai de acusado socorreu mulher vítima de feminicídio

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: