Suspeito de participação na morte do sargento André Maia é preso pela Força Tarefa - Polícia
AÇÃO POLICIAL

Suspeito de participação na morte do sargento André Maia é preso pela Força Tarefa

A prisão foi divulgada em 1ª mão no Balanço Geral Piauí, da TV Antena 10


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

(Atualizada às 14h02)

A Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) prendeu nesta quinta-feira (03) mais um envolvido na morte do sargento da Polícia Militar, André Maia. O suspeito, segundo a polícia, já responde por um homicídio em fevereiro deste ano no bairro Dirceu. A prisão foi divulgada em 1ª mão no Balanço Geral Piauí, da TV Antena 10.

O major Audivan Nunes. coordenador da Força Tarefa da SSP, informou à TV Antena 10 que Paulo César Dias Pereira, vulgo PC da Vila da Guia, foi preso na manhã de hoje. Ele relatou que a prisão ocorreu durante uma ação integrada da Força Tarefa com agentes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

  

Suspeito de participação na morte do sargento André Maia é preso pela Força Tarefa
Reprodução / SSP-PI

  

"Ele tá sendo apontado por ter participação na morte do sargento. É bom ressaltar que ele tem um homicídio cometido no mercado do Dirceu em fevereiro de 2022 e as investigações apontaram pra ele e fomos cumprir o mandado de prisão. Ele tava escondido naquela região da Vila da Guia e vai dizer qual a participação que ele tem na morte do sargento. Eu quero dizer que todo mundo que tiver participação no caso, ou envolvido, será preso", completou.

O sargento André Maia foi morto a tiros na madrugada do dia 26 de outubro na avenida dos Ipês, bairro Recanto das Palmeiras, zona Sudeste de Teresina. O policial estava fardado e usava um colete à prova de balas quando foi atingido.

A vítima voltava para casa após participar da Operação Metraton, uma ação de policiamento preventivo da Polícia Militar em que são feitas blitzen e fiscalizações pela capital, quando foi surpreendida pelos criminosos. Até o momento, quatro suspeitos de envolvimento no crime foram presos. Um quinto suspeito foi morto após trocar tiros com a polícia.

  

Suspeitos afirmam que Francisco foi o responsável por efetuar os disparos contra o sargento
Reprodução

  

No dia 28 de outubro, o diretor do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Francisco Costa, o Barêtta, afirmou que uma mulher está sendo procurada pela Polícia Civil por ter auxiliado na fuga de Francisco Ivan Mendes Andrade Júnior, 22 anos, apontando pelos comparsas como responsável por efetuar o disparo de arma de fogo que matou o sargento da Polícia Militar, André Freitas Maia.

Ivan Mendes morreu após reagir à prisão e trocar tiros com guarnições da PM na madrugada de quinta-feira (27). Barêtta relatou que na madrugada em que o sargento André Maia foi assassinado, uma mulher foi até o local onde o criminoso estava escondido e auxiliou na fuga dele. Segundo o delegado, a suspeita levou roupas novas para que o bandido pudesse se trocar.

  

Sargento da PM é assassinado e tem arma de fogo roubada em Teresina
Reprodução
   

"Ela apareceu por relatos feitos por militantes durante interrogatório quando dizem que por volta das 3h da manhã, logo após o fato criminosos, no bairro São Raimundo, essa mulher chegou numa motocicleta e trouxe uma camisa camuflada, justamente para ele mudar a roupa e de lá seguiram o destino. Já identificamos a moto e a mulher, mas agora queremos saber se ela participou ativamente de outras ações criminosas e se ela estava também participando dessa ação direta ou indiretamente", explicou Barêtta.

Matérias relacionadas:

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Eleições nos Estados Unidos: você acha que Joe Biden tem condições de disputar a reeleição

ver resultado