Juca Alves fala sobre obras deixadas na Saad Sul e pré-campanha ao cargo de vereador de Teresina - Política
OBRAS

Juca Alves fala sobre obras deixadas na Saad Sul e pré-campanha ao cargo de vereador de Teresina

Gestor concedeu entrevista ao Bancada Piauí, da TV Antena 10, nesta quinta-feira (18)


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O ex-superintendente da Saad/Sul, Juca Alves, concedeu entrevista na tarde desta quinta-feira (18) ao programa Bancada Piauí, da TV Antena 10. O arquiteto comentou sobre obras estruturantes da região que estão em andamento e claro, política. Ele deixou a pasta no último dia 05 de abril para se filiar ao Partido da Renovação Democrática (PRD), onde disputará uma vaga na Câmara Municipal de Teresina. 

Juca foi questionado sobre um dos grandes problemas da Superintendência no período de chuvas, que são os alagamentos, tendo como principais pontos o Torquato Neto e o bairro São Pedro. De acordo com o arquiteto, antes de deixar o cargo, as obras das galerias dos bairros ficaram licitadas com as empresas ganhadoras.

  

Juca Alves, ex- superintendente da Saad Sul Anna Paula Couto/ A10+

   

“É uma das problemáticas da sociedade de Teresina e são duas obras importantes no que toca aqui a zona Sul. Tanto a obra da galeria do São Pedro quanto a galeria do Torquato Neto, são obras que, ao deixarmos a gestão, já deixamos licitadas com as empresas ganhadoras. As planilhas já foram enviadas à Caixa Econômica Federal para que possam estar desenvolvendo a Saad e sendo feitas os contratos com essas empresas que vão executar essas duas obras de drenagem. São duas obras complexas e que são obras difíceis. Sabe como começa, mas não sabe como termina, pois são obras de escavações. Elas vão somar um montante de mais de 200 milhões de reais. Estamos falando de duas grandes obras e muito dinheiro investido nessas obras que o prefeito Doutor Pessoa deixou bem claro desde o início da gestão, a sua vontade e atenção com essas duas galerias”, disse.

Juca Alves pontuou ainda que a problemática do Torquato Neto, que sofre com graves alagamentos durante as chuvas, é crônico e vem desde a criação do bairro. Para ele, não teria sido estudado ou visto a questão da drenagem à época. 

“É um problema crônico, que já nasceu desde a criação do bairro e que não foi visto essa questão da drenagem e é até um erro gravíssimo. Se não me falha a memória, o bairro Torquato Neto já tem aproximadamente mais de 15 anos. Não lembro que estava na administração na época e que esse projeto foi aprovado. Temos a planilha tanto do Torquato Neto quando do São Pedro na Caixa Econômica. A burocracia que é para analisar uma planilha e devolver para nós para que possamos estar assinando contrato com a empresa, já tem meses. Aí eu me pergunto: como aprovaram esse projeto do conjunto sem esse projeto de drenagem? ”, questiona. 

Obras no Parque Rodoviário

O arquiteto adiantou que as obras do Parque Rodoviário estão em fase de finalização e que parte das unidades habitacionais devem ser entregues agora em maio. 

“Falamos da questão do asfalto em Teresina mas esquecemos algumas obras em andamento e essa do Parque Rodoviário é uma que está próxima de ser finalizada e entregue pelo prefeito Doutor Pessoa. A tragédia aconteceu em 2019. Eu tenho frequências idas lá, acompanhar de perto a construção das 62 unidades habitacionais que vão favorecer aquelas famílias que perderam suas residências naquela tragédia. São duas obras paralelas: tanto a construção das unidades quanto a urbanização do canal. É uma obra que está ficando muito bonita e que agora no mês de maio vai estar sendo entregue as primeiras 30 unidades habitacionais e até o final do mês entregam as outras 32 que vão ficar faltando”, anuncia. 

Política

Juca Alves chegou à Saad Sul em meio à turbulenta exoneração de Jeová Alencar da pasta, assumindo interinamente. Ele ressaltou que apesar das diferenças políticas e de projetos, não há nenhum tipo de rivalidade com o deputado. À época, o arquiteto era coordenador de asfaltamento da Prefeitura de Teresina, mas já havia atuado como secretário-executivo da SAAD Sul.

  

Juca Alves, ex- superintendente da Saad Sul, em entrevista ao Bancada Piauí Anna Paula Couto/ A10+

   

“Eu iniciei minha carreira na Câmara com 16 anos, entrei como menor aprendiz, tive a oportunidade de aos 19 anos assumir a diretoria de recursos humanos da câmara e passei dois anos na diretoria-geral, onde recebemos o convite do prefeito para assumir a Saad Sul. Em relação ao deputado Jeová, temos respeito, temos nossas diferenças políticas. Ele tem projetos políticos e eu tenho os meus. Sempre respeitamos, não temos nenhum tipo de rivalidade. Agora está cada um focado em seus projetos e eu estou focado no meu projeto de pré-campanha para vereador de Teresina”, pontuou.

Quando a expectativa para as eleições no PRD, Juca acredita que com os nomes já de mandato, o partido pode fazer uma bancada com até seis vereadores. 

“Quando teve o surgimento do PRD, o vereador Bruno Vilarinho me convidou, disse que tinha um partido e disse que queria que eu fizesse parte. O fato é que a gente tem esse conhecimento, íamos colocar nosso nome à disposição para disputar essa vaga. Ele me convidou e nós temos 7 vereadores de mandato fazendo parte do PRD e outros nomes muito bons que têm serviço prestado em Teresina e vão disputar pelo PRD. Com os 30 nomes que tem no PRD hoje, nós fazemos uma bancada de seis vereadores”, finaliza.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado