Piauí realiza Dia D de vacinação contra influenza e Covid-19 neste sábado (20) - Saúde
VACINAS

Piauí realiza Dia D de vacinação contra influenza e Covid-19 neste sábado (20)

Nas cidades onde o Dia D será realizado, podem se vacinar os públicos prioritários


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Neste sábado (20), o Piauí realiza o Dia D de vacinação contra Influenza e Covid-19 para os grupos prioritários. Será a 25ª campanha de vacinação contra a gripe e 1ª campanha contra a Covid com a vacina bivalente.

Nas cidades onde o Dia D será realizado, já que os municípios são livres para aderir à data ou não, podem se vacinar os públicos prioritários formados por idosos, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, professores e crianças de 6 meses a menores de 5 anos (somente Influenza). As doses estarão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). A vacina contra a gripe protege contra três cepas: H1N1, H3N2 e vírus influenza B.

 

Piauí realiza Dia D de vacinação contra influenza e Covid-19 no sábado (20) Reprodução
 

Em parceria com o município de Nazária, equipes da Coordenação de Imunização da Secretaria Estado da Saúde (Sesapi) vão realizar ações para fortalecer os serviços de vacinação naquela cidade. “O Estado estará em ação de apoio ao Dia D na cidade de Nazária, devido à baixa cobertura no atual momento da campanha, que teve início em 10 de abril e vai até dia 31 de maio. A equipe será composta por apoiadores em sistema, vacinadores e suporte em geral. Toda a ação está sendo desenvolvida com total parceria dos gestores municipais”, disse a coordenadora de Imunização da Sesapi, Bárbara Pinheiro.

No Piauí, o público-alvo a ser imunizado contra a influenza é de 1.188.474 e a cobertura vacinal está em 25,75% de gestantes, puérperas, idosos, trabalhadores em saúde e professores e 4,11% dos povos indígenas. “Nosso objetivo é uma cobertura de, no mínimo, 90% de toda a população prioritária”, reforça a coordenadora.

Bárbara Pinheiro lembra ainda, que a vacinação é uma das medidas de prevenção essenciais contra doenças. “Com a vacina é possível reduzir muito as complicações e óbitos, além de contribuir para a redução da circulação viral na população, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco. Uma dose de vacina é uma vida protegida”, explica a gestora.

Fonte: Governo do Piauí


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado