Eleições 2022
DURANTE ATO POLÍTICO

Felipe D’Ávila aciona TSE contra Lula por campanha antecipada em Teresina

Ex-presidente fez pedido expresso de voto para Rafael Fonteles, candidato a governador do Piauí


Felipe D’ Ávila, candidato a presidente pelo partido Novo, entrou com uma representação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nessa quinta-feira (4), contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ele acusa o petista de propaganda eleitoral antecipada durante ato político que ocorreu na última quarta (03) em Teresina.

  

Felipe D’Ávila aciona TSE contra Lula por campanha antecipada em Teresina
Ricardo Stuckert

   

D’ Ávila argumentou à Justiça Eleitoral que Lula fez pedido expresso de voto para Rafael Fonteles, candidato a governador do Piauí, o que é vedado pela legislação eleitoral antes da campanha começar.

"Eu queria pedir para vocês, cada mulher ou cada homem do Piauí que tem disposição de votar em mim, que tem disposição de votar no Wellington, eu queria pedir para vocês que no dia 2 de outubro vote em mim, vote no Wellington, mas primeiro vote no Rafael, porque ele vai cuidar do povo do Piauí”, disse Lula durante ato em Teresina.

Assista ao vídeo abaixo: 

Na peça, os advogados da campanha de D’ Ávila apontaram ainda que as falas vem sendo replicadas nas redes sociais e pedem a aplicação de multa de R$ 25 mil ao petista, o valor máximo previsto pela lei para estes casos de propaganda antecipada.

A defesa do ex-presidente Lula afirmou à imprensa nacional que irá se manifestar nos autos do processo. O caso foi distribuído para a ministra Cármen Lúcia.

“Sabemos que cumprir as leis não é o forte do Lula, mas se quisermos ser um país sério, a Lei precisa valer para todos”, disse D’ Ávila.

Veja aqui: 585700071-Representacao-no-TSE.pdf

No Piauí, Lula exaltou Rafael Fonteles e fez críticas a Bolsonaro

Era por volta das 21h de quarta-feira (03), quando o ex-presidente Luiz Inácio Luiz da Silva (PT) discursou para um público de mais de 40 mil pessoas, segundo organização, na Arena do Povo, localizada na zona Leste de Teresina. No ato, o petista fez inúmeros elogios a Rafael Fonteles, candidato a governador do Piauí pelo PT. Esta foi a primeira visita de Lula ao Piauí, agora, como candidato a presidente nas eleições de 2022.

Lula teceu duras críticas ao seu maior opositor, o presidente Jair Bolsonaro (PL), do qual chamou de "genocida" e citou que ele não tem medo da urna, e sim do povo brasileiro. O petista citou que Bolsonao terá uma resposta no dia 2 de outubro [primeiro turno das eleições] e que, caso seja eleito, vai reconstruir o Brasil.

  

Em Teresina, Lula exalta Rafael Fonteles e chama Bolsonaro de genocida
Reprodução Youtube

  

Ainda em discurso, Lula afirmou que Rafael Fonteles é o mais preparado para dar continuidade ao governo petista no estado. "A minha vinda aqui hoje, não é apenas para pedir votos, porque não posso, mas é pra dizer ao povo do Estado do Piauí que eu tenho um candidato a governador que é Rafael Fonteles. Se ele tiver herdado do pai o caráter e se tiver aprendido com Wellington a capacidade de governar, não tenha dúvida que teremos esse baixinho governando melhor que Wellington. Ele vai cuidar do povo do Piauí, ele é a minha esperança e do Wellington, para que possamos fazer um Piauí um estado melhor", disse.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: