Eleições 2022
POLÍTICA

Lula é multado em R$ 10 mil pelo TSE por propaganda irregular em Teresina

Ex-presidente esteve na capital piauiense em agosto; na ocasião, ele pediu votos para Rafael Fonteles


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu multar em R$ 10 mil o candidato a presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por propaganda eleitoral antecipada. O ato aconteceu em Teresina, no dia 3 de agosto, quando Lula fez visita ao Piauí aparecendo ao lado do candidato ao governo, Rafael Fonteles (PT).

 

Felipe D’Ávila aciona TSE contra Lula por campanha antecipada em Teresina
Ricardo Stuckert

No dia 4 de agosto, Felipe D’ Ávila, candidato a presidente pelo partido Novo, entrou com uma representação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), contra Lula (PT). Ele acusou o petista de propaganda eleitoral antecipada durante ato político que ocorreu em 3 de agosto na capital piauiense. 

D’ Ávila argumentou à Justiça Eleitoral que Lula fez pedido expresso de voto para Rafael Fonteles, candidato a governador do Piauí, o que é vedado pela legislação eleitoral antes da campanha começar. Dois dias após o ato, o TSE determinou a exclusão de vídeos publicados pelo PT em suas redes sociais durante a visita do ex-presidente. 

Entenda o caso

Lula esteve em Teresina no dia 3 de agosto para fazer uma visita aberta. Na ocasião, o candidato ao Planalto recebeu apoiadores em um espaço de eventos na zona Leste de Teresina. Durante o ato, Lula teceu duras críticas ao seu maior opositor, o presidente Jair Bolsonaro (PL), do qual chamou de "genocida" e citou que ele não tem medo da urna, e sim do povo brasileiro

O petista citou que Bolsonaro terá uma resposta no dia 2 de outubro [primeiro turno das eleições] e que, caso seja eleito, vai reconstruir o Brasil. Ainda em discurso, Lula afirmou que Rafael Fonteles é o mais preparado para dar continuidade ao governo petista no estado.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: