Piauí inicia última campanha de vacinação contra a aftosa com foco na exportação de carne bovina - Geral
CAMPANHA

Piauí inicia última campanha de vacinação contra a aftosa com foco na exportação de carne bovina

A meta é imunizar o rebanho bovino piauiense e garantir a segurança da produção em âmbito nacional e internacional


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O governador Rafael Fonteles participou, nesta segunda-feira (1º), do lançamento da Campanha Vacinação Contra a Febre Aftosa, em uma fazenda no Povoado Coroatá, zona rural de Teresina. A campanha, que segue até o dia 30 de abril, tem como meta vacinar 2 milhões de cabeças de gado. O foco dessa última etapa de vacinação, que garante o gado piauiense livre da aftosa, mesmo sem campanhas massivas de imunização, é garantir que o Piauí ganhe o selo para exportação da proteína animal.

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) publicou a portaria de nº 665, de 21 de março de 2024, que reconhece nacionalmente o estado do Piauí como livre da doença sem vacinação, uma conquista histórica para a pecuária do estado. A meta agora é que a produção seja reconhecida internacionalmente pela Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA), em maio de 2025, garantindo um processo de exportação mais seguro.

  
Piauí inicia última campanha de vacinação contra a aftosa com foco na exportação de carne bovina Divulgação
 
 
 

O governador destaca que a meta é chegar a 4 milhões de cabeças de gado no Piauí com o aumento da produção estimulada pelo mercado internacional. Rafael ressaltou ainda os investimentos no setor, com o lançamento da pedra fundamental de frigoríficos em Ribeiro Gonçalves e Socorro do Piauí, além de um empreendimento de laticínios em Cristino Castro.

"Isso garante acesso a mais mercados, para gerar oportunidade de trabalho e renda para o nosso povo. Chegar ao status de livre da aftosa sem vacinação é também uma grande vitória da nossa pecuária, que vai poder agora alcançar novos patamares em termos de comercialização da nossa produção", ressalta o gestor. 

O secretário da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária (Sada), Fábio Abreu, considera que a pecuária é um importante setor econômico que está em ascensão no Piauí. "Sempre buscamos uma meta acima do que o Ministério da Agricultura determina. Foi estabelecido 90%, nós chegamos na última a 97,3%. Queremos chegar a 100%, afinal, é a última etapa de vacinação do Piauí", revela o gestor.

  
A meta, segundo governador, é imunizar o rebanho bovino piauiense e garantir a segurança da produção em âmbito nacional e internacional Divulgação
 
 
 

O deputado estadual João Mádison, proprietário da Fazenda JM, que sediou o lançamento da campanha, destaca que a última vacinação contra a aftosa é simbólica e marca uma vitória para os criadores. "Nós estamos muito alegres, porque a partir de hoje, neste lançamento, estamos livres, sem vacinação. Isso é muito importante para o criador, para o pecuarista e para aqueles que fazem negócio com a pecuária. Agrega valor ao gado do Piauí", analisa o criador.

Sobre a aftosa

A febre aftosa é uma doença causada por vírus da família picornaviridae. Muito contagiosa, a enfermidade pode acometer criações inteiras. Com as campanhas de vacinação, o Piauí não registra casos da doença e garante qualidade de produção, podendo, então, suspender a obrigatoriedade de vacinação do gado.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado