Homem que matou dono de bar que se recusou a vender bebida fiado é condenado a 17 anos de prisão - Justiça
NO PIAUÍ

Homem que matou dono de bar que se recusou a vender bebida fiado é condenado a 17 anos de prisão

O caso aconteceu no dia 30 de agosto de 2020, no município de Cristino Castro


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Um homem identificado como Rosivaldo Florentino Costa e Silva foi condenado nessa semana a 17 anos de prisão por matar o dono de um bar que se recusou a lhe vender bebida fiado. O crime aconteceu no dia 30 de agosto de 2020, no município de Cristino Castro, interior do Piauí.

De acordo com o Ministério Público, o réu chegou ao bar acompanhado de outra pessoa e pediu uma bebida. O dono do bar, Salvador Rodrigues, informou que só venderia a bebida mediante pagamento prévio. O denunciado se irritou.

 

Condenação Reprodução/ Freepick
 

Rosivaldo teria provocado a vítima e os dois discutiram. Ele, então, atingiu Salvador com um banco, ele caiu e foi esfaqueado várias vezes pelo réu.

A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O réu foi condenado a 17 anos de prisão por homicídio qualificado por motivo fútil. A pena deve ser cumprida em regime inicial fechado.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado