INVESTIGAÇÃO

PM suspeito de envolvimento na morte de criança presta depoimento em Teresina

A arma do policial já foi apreendida; exame irá comprovar de onde partiu o tiro que matou a menina


O tenente da reserva da Polícia Militar, identificado como B.Filho, prestou depoimento na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) na tarde desta segunda-feira (14). Ele é apontado, pela mãe de Débora Vitória, como autor dos disparos que mataram a menina de apenas 6 anos durante uma tentativa de assalto no bairro Ilhotas, em Teresina. 

PM suspeito de envolvimento na morte de criança presta depoimento no DHPP
TV Antena 10 / Reprodução

   

TV Antena 10 e o A10+ apuraram que a arma do policial ja foi apreendida, e encaminhada para exame pericial, inclusive para o confronto balístico. Ele havia sido intimado ainda nesta segunda para prestar esclarecimentos. A mãe da vítima sustenta que ele reagiu a tentativa de assalto e efetuou os disparos.

O A10+ apurou que o policial mora próximo à casa da vítima e era conhecido na vizinhança. Após os disparos em reação ao assalto, o PM e o assaltante fugiram e mãe e filha foram socorridas por vizinhos. A menina não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada no hospital.

Dayane Gomes, mãe de Débora Gomes, relatou à TV Antena 10, durante entrevista, que o policial estaria embriagado quando efetuou os disparos. Abalada, a manicure pediu justiça e afirmou, por inúmeras vezes, que se o policial não tivesse atirado não haveria a troca de tiros, ou seja, nem ela e a filha seriam atingidas.

A mãe e a criança foram socorridas e encaminhadas ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas a criança não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Ainda na noite de sexta (11), Clemilson da Conceição, 29 anos, foi preso como suspeito do crime. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Matérias relacionadas

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: