1ª MÃO

Polícia cumpre mandados contra familiares suspeitos de mandar executar marido de secretária no Piauí

Atirador afirma que foi contratado para matar João Rodrigues na frente das filhas em São Raimundo Nonato


(Atualizada às 14h12)

O A10+ e a TV Antena 10 apuraram em primeira mão, neste sábado (17), que a Polícia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão contra familiares suspeitos de mandar matar João Rodrigues Dias Neto, marido da secretária de Assistência Social de São Raimundo Nonato. As investigações apontaram duas pessoas como autores intelectuais do homicídio. 

O primeiro suspeito preso, Juniel Assis Paes Landim afirmou à polícia, durante depoimento, que recebeu a proposta de R$ 5 mil, mas ganhou R$ 1 mil, para matar João Rodrigues. Ele foi localizado na última quinta-feira (15) em São Lourenço do Piauí.

Polícia cumpre mandados contra familiares suspeitos de mandar executar marido de secretária no Piauí
Reprodução

   

Os mandados de busca e apreensão, conforme apurado pela reportagem, foram cumpridos contra Luiz Ferreira dos Santos Neto, Pedro Filho Ferreira, Precilla Ferreira Pereira Fernandes e também Paulo Ferreira, todos eles são irmãos e estariam envolvidos no ordenamento do assassinato, motivado por vingança, de acordo com as investigações.

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) também expediu dois mandados de prisão temporária. Um deles contra Juliermes Braga Paz que foi preso nesta semana. Segundo a polícia, ele que guardou a arma de fogo usada no dia do crime. O segundo mandado de prisão é contra Paulo Ferreira Pereira. A polícia segue em diligências na tentativa de prendê-lo. 

O delegado geral da Polícia Civil, Luccy Keiko, relatou nesta sexta-feira (16), durante entrevista à imprensa, que o objetivo agora é prender os autores que contrataram o pistoleiro para executar o marido da secretária. 

O delegado Marcelo Leal, da Gerência de Policiamento do Interior (GPI), também falou sobre o caso e citou que a exigência dos contratantes era que a vítima fosse morta na frente das duas filhas. 

"Ele teria sido contratado por pessoas daquela maneira na frente das filhas da vítima. É uma exigência porque tem relação com o fato anterior [acidente de trânsito]. Essa exigência foi feita por quem contratou para que essas crianças sentissem a mesma dor que quem contratou sentiu quando perdeu seu ente querido", disse.

Entenda o caso 

João Rodrigues foi morto em frente às duas filhas quando as buscava em uma escola no centro de São Raimundo Nonato, na última terça-feira (13). As imagens mostram um homem que caminha em direção ao marido da secretária - que estava em uma motocicleta - e efetua vários disparos de arma de fogo.

Pistoleiro afirma que foi contratado para matar marido de secretária na frente das filhas no Piauí
Reprodução

   

Após ser atingido pelos disparos, a vítima caiu da moto e o criminoso fugiu correndo. As duas crianças presenciaram toda a ação. A suspeita, inicialmente da polícia, era que o crime foi motivado por vingança, isso porque Juniel foi contratado para matar a vítima que se envolveu em um acidente de trânsito que resultou na morte de um homem.

Na quarta (14), a delegada Cynthia Verena, titular de São Raimundo Nonato, havia declarado que os filhos da vítima, atropelada por João Rodrigues, estariam, supostamente, ameaçando o marido da secretária.

Matérias relacionadas:

Pistoleiro afirma que foi contratado para matar marido de secretária na frente das filhas no Piauí

Polícia prende suspeito de matar marido de secretária de São Raimundo Nonato

Vídeo mostra momento em que marido de secretária é morto a tiros em São Raimundo Nonato

Marido de secretária de São Raimundo Nonato pode ter sido morto por vingança, diz delegada

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião: