Suspeitos de envolvimento na morte do cabeleireiro Ricardety são presos no Piauí - Polícia
OPERAÇÃO CERCO FECHADO

Suspeitos de envolvimento na morte do cabeleireiro Ricardety são presos no Piauí

Segundo delegado, vítima teria envolvimento com facção e foi morta por rivais de outro grupo criminoso


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

(Atualizada às 12h09)

Três pessoas foram presas por envolvimento na morte do cabeleireiro Ricardo Inácio Bezerra, 40 anos, mais conhecido como "Ricardety", na manhã desta terça-feira (12), durante a nova fase da Operação Cerco Fechado. As prisões ocorreram nove meses depois do crime.

Ao A10+, a delegada Nathália Figueiredo informou que os mandados foram cumpridos nos bairros Cidade Jardim e Pedra Mole,  na zona Leste de Teresina, e outro na Cadeia Pública de Altos. Dois deles foram identificados apenas pelas iniciais G.F.M.S e J.H.M.C.

"Três pessoas foram presas durante a Operação Cerco Fechado. No bairro Cidade Jardim, foram apreendidos arma e drogas. Foi confirmado o envolvimento deles na facção Bonde dos 40", afirmou.

  

Cabeleireiro Ricardety foi morto a tiros em dezembro de 2022 em Teresina
Reprodução

   

O delegado Tales Gomes afirmou que a vítima teria algum tipo de envolvimento com uma facção. "As informações preliminares indicam que Ricardety morava em uma determinada região sob domínio de uma facção criminosa. Há o envolvimento dele com algumas garotas e a facção rival achou por bem executar o rapaz. Os indicativos levam a afirmar que ele tinha envolvimento com a facção criminosa na questão do fornecimento de garotas", disse o delegado Tales Gomes ao A10+.

Operação 

A Operação Cerco Fechado foi deflagrada na manhã desta terça-feira (12). O objetivo foi dar cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão relacionados à prática de diversos crimes na capital e no interior. Esta é a nona fase da operação no estado.

“Policiais civis estão em campo para cumprir mandados por furtos, roubos, tráfico de drogas, estupro, violência doméstica, homicídios e tudo que é tipificado na lei penal como crime”, disse o delegado Luccy Keiko.

Relembre o crime

O cabeleireiro Ricardo Inácio Bezerra, 40 anos, mais conhecido como "Ricardety" foi morto a tiros em 13 de dezembro, na região do bairro Pedra Mole, zona Leste de Teresina.

A vítima chegava a uma barbearia na companhia de um colega quando foi atingida pelos disparos de arma de fogo. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

  

O caso ocorreu  no bairro Pedra Mole
TV Antena 10

   

Por que o cabeleireiro foi morto?

O delegado Francisco Costa, o Barêtta, coordenador do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) relatou, à TV Antena 10 e o A10+, que Ricardety era suspeito de agenciar mulheres para prostituição e tráfico de drogas.

"A vítima estava em frente a um salão quando um carro parou e os criminosos efetuaram vários disparos de arma de fogo. Ele foi atingido por 4 disparos e teve morte no local. Foi levantado que ele trabalhava como cabeleireiro, mas ele fazia o agenciamento de mulheres para prostituição e tinha envolvimento com o tráfico de drogas", disse o delegado. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado