Vídeo mostra exato momento em que genro mata sogro a tiros após discussão no Piauí; ASSISTA! - Polícia
CRIME

Vídeo mostra exato momento em que genro mata sogro a tiros após discussão no Piauí; ASSISTA!

O crime aconteceu no último dia 27 de janeiro, na cidade de Demerval Lobão


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

Imagens registradas por câmeras de segurança mostram o momento em que Moisés dos Santos, de 38 anos, mata o próprio sogro com disparo de arma de fogo em Demerval Lobão. O crime aconteceu no último dia 27 de janeiro. A vítima, Francisco das Chagas Penha, de 56 anos, foi morta após uma discussão com o genro em um bar do Parque Vaquejador. 

O vídeo, obtido pelo A10+, mostra o momento do desentendimento e o suspeito alvejando a vítima. Moisés dos Santos chegou a se apresentar para a polícia dias depois do crime, levando a arma utilizada. Porém, foi ouvido e liberado por não estar mais em flagrante. No último dia 05, ele foi preso pelo crime de homicídio qualificado.

Assista!

Para a TV Antena 10, o delegado Marcelo Leal, Gerente de Polícia Metropolitana da Polícia Civil do Piauí, informou que testemunhas contaram que a vítima e sua filha, a companheira do suspeito, estavam em um bar quando o suspeito chegou procurando por ela. O pai e o companheiro da mulher discutiram.  

“Ele apresentou a arma de fogo que foi utilizada. Segundo testemunhas que foram ouvidas até o momento, tanto a vítima quanto a filha estavam em um bar na cidade quando o autor chegou no local chamando por sua companheira, que é a filha da vítima. Houve uma breve discussão entre genro e sogro, uma tentativa de luta corporal; os dois estavam armados: um com arma branca e outro com arma de fogo”, disse o delegado à TV Antena 10.

  

No Piauí, genro é suspeito de matar o próprio sogro com disparo de arma de fogo; polícia investiga Reprodução

   

Moisés dos Santos chegou a atingir uma outra pessoa que estava no local. Ela foi socorrida e já foi liberada. O sogro do suspeito morreu ainda no local do crime. O delegado informou também que a arma de fogo utilizada no crime era legalizada. O investigado foi preso temporariamente na última segunda (05) e sua prisão foi convertida em preventiva. Ele e segue à disposição da justiça. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado