Jeová Alencar comenta adesão a Sílvio Mendes e rebate críticas da oposição e do prefeito Dr. Pessoa - Política
POLÍTICA

Jeová Alencar comenta adesão a Sílvio Mendes e rebate críticas da oposição e do prefeito Dr. Pessoa

Declarações ocorreram em entrevista à TV Antena 10, nesta quarta (20), horas depois da oficialização da chapa com Sílvio Mendes


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O deputado Jeová Alencar (Republicanos) em entrevista ao Bancada Piauí, da TV Antena 10, nesta quarta-feira (20), comentou sobre a decisão de ser vice de Sílvio Mendes na disputa à prefeitura de Teresina. A união foi selada oficialmente em evento na manhã de hoje, e rebateu críticas de grupos que não aceitaram a adesão dele à chapa. 

O parlamentar foi um dos mais votados na última eleição e, nas pesquisas deste ano, chegou a pontuar até 10%, aparecendo em terceiro lugar. Questionado sobre a decisão de abrir mão de encabeçar uma chapa ao Palácio Municipal, Alencar classificou a adesão como uma "união de forças".

  

Deputado Jeová Alencar Anna Paula Couto/ A10+

   

"A gente não abriu mão. É uma formação de união de forças, o que é bom, duas forças em Teresina que têm a mesma identidade, mesmos propósitos, as mesmas ideias, então isso mostrou um desapego que eu tenho… o intuito é a gente somar forças, Teresina está precisando e está chamando. Vamos unir a experiência, a sabedoria do Sílvio com a coragem, e a garra de Jeová pra gente poder levar nossa mensagem e levar a esperança que Teresina quer", disse. 

Alencar também revelou que a decisão foi tomada a partir de pesquisas que mostravam que os nomes dos dois eram competitivos em uma chapa e negou que tenha sido procurado ou que teria procurado pelo ex-prefeito para a adesão. 

"Nem uma coisa nem outra. Nós conversamos, somos bons amigos… eu sempre procuro conversar com pessoas mais experientes que eu… Foram feitas pesquisas qualitativas e quantitativas que mostraram que a chapa Jeová e Sílvio seria uma chapa competitiva", destacou. 

Relação com Dr. Pessoa

O prefeito da cidade, Dr. Pessoa, ao se referir a adesão de Jeová Alencar à chapa com Sílvio Mendes usou a palavra "traição". Ao comentar a reação do gestor, Alencar destacou que sempre esteve ao lado do prefeito e voltou a declarar que a prefeitura não é comandada por Dr. Pessoa. 

  

O deputado concedeu entrevista ao Bancada Piauí nesta quinta-feira Anna Paula Couto/ A10+

   

"Claro que não, estive com Dr. Pessoa desde 2018. Quem acreditava que o Dr. Pessoa podia ser governador? Fiquei até o final com ele, o presidente da Câmara, podia ser qualquer outro local para eu ir… quem é que não sabe que caminhei pelos quatro cantos da cidade com ele. Acreditei em uma gestão humanizada que pudesse fazer isso, infelizmente o Dr. Pessoa não fez, ele terceirizou a prefeitura, quem comanda é o filho dele, o Pessoinha, e a secretária dele, a Sol", declarou. 

Jeová Alencar completou que ainda mantém o respeito que tem pelo gestor. "Terei sempre respeito por ele… tentei ajudar demais, saí da gestão pela porta da frente, mas desejo sucesso ao Dr. Pessoa, que ele possa se reencontrar politicamente, que possa montar o time dele", comentou.

Oposição

O deputado também comentou que respeita a decisão dos nomes da base do União Brasil e do Progressistas que não aceitaram bem a adesão dele, citando o vereador Ismael, que, inclusive, não participou do evento de hoje. 

"O que fazer é respeitar o direito das pessoas, ninguém é obrigado a querer o Jeová como outros querem, mas ele terá sempre o nosso respeito. Tenho certeza que as divergências são políticas, não são pessoais", finalizou.

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado