Empreendedorismo e inovação
ARTIGO

Marco Polo e a história de Facfur, o pacífico

Confira o artigo desta semana de Fábio Nery


A região era de Manji, que era considerada a mais rica nesta parte do mundo, governada por Facfur, o pacífico, de caráter tão pacífico que não se preocupava em manter um exército. Já seus ministros o alertavam quanto a possibilidade de serem atacados, pois assim como Vossa Majestade só pensa na melhor maneira de usufruir suas riquezas, há muitos outros senhores que tem sede de conquistas que os leva a pensarem em como poderão aumentar os seus domínios.

Diante dessa circunstância pouco tempo depois, Kublai Khan chamou um dos seus melhores generais, Chin-san-Bayan, que significa “cem olhos”, e ordeno-lhe que ocupasse a região de Manji sem que derramasse uma gota de sangue. E assim foi feito, pois Facfur ao saber da ameaça fugiu com suas outras esposas deixando a primeira para conter a invasão. A rainha, que era valente e de espírito corajoso, decidiu defender a cidade a todo o custo, porém por ouvir seu melhor conselheiro resolveu render-se para poupar seu povo de uma morte trágica, pois sabia que não estavam preparados para aquela batalha. Sabendo disso o Grande Khan tomou a cidade e a poupou da morte pelo seu ato heroico de permanecer com seu povo, diferentemente de seu marido que fugiu.

"Como interpretar essa passagem para os dias de hoje em nossas empresas!" Devemos estar sempre atentos as ameaças que nos cercam, identificando-as tendo que para isso discerni-las da maneira de como pensamos ou nos comportamos. Pois nem sempre as intenções são boas e precisamos ter o cuidado ao ponto de sermos tratados como ingênuos.

📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.


Dê sua opinião: