Piauí reduzirá para 18% alíquota do ICMS sobre combustíveis, afirma governadora Regina Sousa - Geral
APÓS REUNIÃO

Piauí reduzirá para 18% alíquota do ICMS sobre combustíveis, afirma governadora Regina Sousa

Decisão ocorreu nesta terça-feira (05) após reunião no Palácio de Karnak


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

(Atualizada às 12h37)

A governadora do Piauí, Regina Sousa (PT) anunciou nesta terça-feira (05) que seguirá a lei federal e reduzirá o ICMS dos combustíveis no estado. A alíquota que incide sobre a gasolina e o óleo diesel passará a ser de 18%. A decisão ocorreu após reunião realizada no Palácio de Karnak com membros da Secretaria de Fazenda.

O A10+ apurou que além da gasolina e do diesel, a alíquota de 18% também vai ser aplicada na energia, transporte público e comunicação. O estado lutava contra a redução. Em junho, o secretário de Fazenda Antônio Luiz chegou a declarar que o Piauí poderia deixar de arrecadar cerca de R$ 1,5 bilhão com a adoção da nova alíquota do ICMS.

  

Após reunião, governadora Regina Sousa anuncia redução do ICMS dos combustíveis
Gabriel Paulino / CCom

   

A Lei 194/2022 estabelece a redução da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) para o limite de 18%. Atualmente a alíquota do imposto no Piauí é de 31%. Nesta semana, o Ministério Público do Estado recomendou que a governadora faça a redução da alíquota.

Na reunião ficou decidido que o secretário de Fazenda, Antônio Luiz, irá elaborar junto com a PGE uma minuta do decreto e do projeto de lei para que os novos percentuais sejam aplicados em todo o estado.

“Ainda essa semana deve sair essas novas regulamentações que vão reduzir as alíquotas, embora já tenha havido redução do ICMS com a base de cálculo muito menor do que seria aplicado nos postos de gasolina”, afirmou o secretário de Fazenda, Antônio Luiz.

O secretário da Sefaz explicou ainda que a redução dos preços vai depender dos donos de postos de combustíveis. “A redução dos preços depende da cadeia comercial, depende de quem tem estoque mais caro, mais barato ou depende também da gestão de querer reduzir ou não o preço, mas o governo agora determinou para cumprir e reduzir as alíquotas para 18%”, explicou, Antônio Luís.

Na última sexta-feira (1°), a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) anunciou a redução da base de cálculo do ICMS sobre a gasolina e o diesel no Piauí. Conforme o governo, o Preço Médio Ponderado Final (PMPF) sobre a gasolina passou de R$ 6,49 para R$ 4,94 por litro, uma redução de 23%. Enquanto o PMPF sobre o diesel, foi reduzido em 15%, de R$ 4,85 para R$ 4,09.

Protesto da oposição

Deputados da oposição se reuniram na manhã desta terça-feira (05) na Assembleia Legislativa do Piauí para assinatura do pedido de instauração do processo de crime de responsabilidade por descumprimento de lei. Na ocasião, os parlamentares se referiram ao não cumprimento da lei 194/2022 que trata da redução da alíquota do ICMS. 

  

Deputados da oposição realizaram protesto contra governadora na Alepi
Jade Araújo / A10+

  

No Piauí, o imposto era de 31%, o mais caro do país. O ato ocorreu antes do anúncio da governadora sobre a redução do alíquota de 18% do ICMS dos combustíveis. Os deputados B. Sá, Gustavo Neiva, Júlio Cesar e Júlio Arcoverde assinaram o pedido.

Piauí e mais de 20 estados adotam redução do ICMS

Pelo menos 20 estados já anunciaram a redução do ICMS sobre combustíveis. Os governadores do Ceará e do Amazonas fizeram os anúncios nesta segunda-feira (04).

O Distrito Federal publicou no dia primeiro deste mês um decreto limitando em 18% a cobrança do ICMS. As alíquotas da gasolina e do etanol eram de 27%. Segundo o governo distrital, a perda é estimada em R$ 1,7 bilhão por ano.

Presidente chegou a criticar o Piauí e estados do Nordeste 

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), criticou o Governo do Piauí e dos demais estados da região Nordeste por uma ação ingressada na Justiça contra a redução de ICMS no valor dos combustíveis como determina a lei que já foi aprovada no Congresso Nacional e que já está em vigor.

  

Bolsonaro critica Piauí e demais estados do Nordeste por ação contra redução de ICMS
Agência Brasil

   

Bolsonaro saiu em defesa, nesta sexta-feira (1º), da redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis. O mandatário afirmou que essa redução "se fará de uma forma ou de outra".

"A maioria dos governadores já começou a reduzir os impostos. Infelizmente, os nove governadores do Nordeste entraram na Justiça contra a redução dos impostos estaduais. [Eles] não querem colaborar com o povo, não se preocupam com a sua população. Querem arrecadar de vocês cada vez mais, extorquir o contribuinte brasileiro", declarou o presidente.

Matérias relacionadas:

Pelo menos 20 estados anunciaram a redução do ICMS sobre combustíveis

Sindicato critica governo do Piauí por não reduzir ICMS dos combustíveis

Bolsonaro critica Piauí e demais estados do Nordeste por ação contra redução de ICMS

Promotor recomenda ao Governo do Piauí redução do ICMS dos combustíveis

Governo do Estado altera a base de cálculo do ICMS e deve reduzir preço do combustível no Piauí

Bolsonaro volta a criticar governadores por não reduzirem ICMS dos combustíveis: “É inadmissível”

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado