Homem é condenado a 19 anos de prisão por furtar arma de delegacia e praticar assalto no Piauí - Justiça
CONDENAÇÃO

Homem é condenado a 19 anos de prisão por furtar arma de delegacia e praticar assalto no Piauí

Crimes aconteceram em julho de 2023, na cidade de Miguel Alves; após entrar em delegacia e furtar arma, homem roubou comércio


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) condenou um homem identificado como M. A. S. a 19 anos e 6 meses de prisão após ele roubar uma arma de fogo de grosso calibre de uma delegacia no município de Miguel Alves e logo após praticar um assalto em um comércio da região em julho de 2023.

  

Suspeito de invadir delegacia, furtar fuzil e roubar comércio no Piauí é preso no Maranhão
Reprodução

  

Segundo o TJ-PI, ele foi condenado por furto qualificado mediante escalada e rompimento de obstáculo, roubo majorado pelo emprego de arma de fogo de uso restrito e disparo de arma de fogo.

Entenda

No dia 20 de julho de 2023, em Miguel Alves, M. A. S., acompanhado de outros suspeitos, entrou pela janela da Delegacia de Polícia Civil e furtou uma arma de fogo com carregadores e munições. No local, ele conseguiu quebrar a fechadura do gabinete do delegado e pegar o armamento. Logo após o furto, dirigiu-se a um estabelecimento comercial e, mediante graves ameaças com emprego de arma de fogo, roubou dinheiro e cigarros.

Depois disso, segundo a denúncia, o homem ainda teria apontado a arma para outra pessoa, que reagiu. Foi iniciada uma luta corporal e o condenado acabou deixando a arma de fogo cair enquanto fugia. A arma foi encontrada por um vigilante, que devolveu o objeto para a polícia. O condenado foi identificado e preso. Agora, cumprirá a pena.

O grupo chegou a postar imagens nas redes sociais onde eles apareciam segurando diversas armas. O crime aconteceu no dia 20 de julho e o suspeito foi capturado no dia 26 do mesmo mês.

  

Grupo furta fuzil de delegacia no Piauí
reprodução

   

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado