Anjo da Morte, acusado de tentar matar filho do presidente do TJ, vai para o banco dos réus - Justiça
DECISÃO

Anjo da Morte, acusado de tentar matar filho do presidente do TJ, vai para o banco dos réus

Ele encontra-se preso desde 25 de março; filho do presidente do TJ ficou vários dias internado após ter sido baleado no rosto


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A juíza Maria do Perpetuo Socorro Ivani de Vasconcelos, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Parnaíba, aceitou denúncia do Ministério Público do Piauí e mandou para o banco dos réus, Francisco Jefferson da Silva Cruz, mais conhecido como "Anjo da Morte", acusado de tentar assassinar o advogado André de Almeida Sousa e Silva, filho do presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Hilo de Almeida, após discussão em um trailer no litoral do Estado.

Anjo da Morte foi preso pela polícia em 25 de março SSP-PI
   

Conforme decisão, obtida pelo A10+, Anjo de Morte, vai responder pelo crime de tentativa de homicídio triplamente qualificado (por motivo fútil, meio cruel e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima). Caso seja condenado, ele poderá pegar até 30 anos de cadeia. 

Segundo a denúncia apresentada pelo MP, na madrugada do dia 22 de março de 2023, o filho do presidente do TJ-PI estava em uma mesa com outras pessoas no bar “Gela Guela”, localizado na Avenida São Sebastião, em Parnaíba.

Em outra mesa estava Francisco Jefferson, na companhia de três mulheres, Suzana do Nascimento Gomes, vulgo “Sereia”, sua companheira, Ana Caroline Lins de Carvalho e Jordania Santos Carneiro de Brito. 

Advogado André de Almeida, filho do presidente do TJ-PI Reprodução
   

Segundo as investigações, o advogado André de Almeida tentou abrir a porta do banheiro para urinar, mas já estava ocupado por Francisco Jefferson, que fechou a porta. Diante disso, a vítima se afastou e urinou fora do banheiro, atrás de uma planta, o que, segundo denúncia do MP, causou a indignação de Ana Caroline e Jordania, que passaram a xingá-lo.

Depois disso, o filho do presidente do TJ voltou para a mesa em que estava, sendo seguido pelas mulheres, ocorrendo outra discussão, que culminou na tentativa de agressão delas contra André. Na sequência, Francisco Jefferson se aproximou e empurrou a vítima, naquele momento, ocorreu uma brevíssima luta corporal.  Anjo da Morte sacou a arma e efetuou disparo que atingiu o rosto do advogado.

O acusado foi preso em 25 de março em Parnaíba. Ele estava em uma casa com a esposa. No momento do cumprimento do mandado de prisão, a polícia apreendeu a arma utilizada no crime contra o advogado, um veículo com registro de roubo e furto e aparelhos celulares. 

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre a inelegibilidade do ex-presidente Jair Bolsonaro

ver resultado