Polícia divulga foto de foragido suspeito de participação na execução de Nicolau Terceiro - Maranhão
POLÍCIA

Polícia divulga foto de foragido suspeito de participação na execução de Nicolau Terceiro

Victor Samuel Medina foi preso em janeiro, pagou fiança e foi posto em liberdade


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia de Homicídios de Timon, divulgou a imagem do suspeito de participar do assassinato do empresário Nicolau Waquim Terceiro. Ele foi identificado como Victor Samuel Medina Silva, tem 19 anos e está foragido da Justiça.

Segundo a Polícia Civil, “Medina”, como é conhecido, foi preso no dia 03 de janeiro desse ano, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa dele, onde foi encontrada uma pistola calibre .380, municiada e com carregador. Após pagar fiança ele foi solto.

  

Polícia divulga foto de foragido suspeito de participação na execução de Nicolau Terceiro
Reprodução

   

Victor Samuel Medina Silva hoje está com um mandado de prisão em aberto em seu nome e a polícia continua a sua procura. Qualquer informação sobre o suspeito pode ser repassada pelo telefone da Delegacia de Homicídios de Timon-MA (99) 99150-3777 ou a outras unidades policiais.

Menor que participou de assassinato é condenado

O menor de 16 anos, de iniciais K.V.R, que assassinou o empresário Nicolau Jorge Elias Waquim Terceiro, foi condenado a medida socioeducativa de internação pelo prazo de 3 anos. Diante do Juiz da Infância e Juventude de Timon, Simeão Pereira e Silva, ele confessou em detalhes como foi a execução do crime, no dia 18 de novembro do ano passado.

O menor de idade e Victor Samuel entraram na residência da vítima e a executaram com pelo menos 8 tiros pelas costas. Os criminosos aguardaram o empresário ir à cozinha da casa, por volta de meia-noite, e atiraram por uma janela basculante. 

O inquérito policial também apurou que o intermediador do assassinato foi Tiago da Costa Oliveira, conhecido como Thiaguinho, que está preso desde o fim do ano passado. Ele teria sido procurado por empresários que tinham desentendimentos com a vítima em virtude da atividade de mineração que desenvolviam em Timon-MA. Um dos mandantes apontados pela Polícia, até agora, é o ex-sócio da vítima, Alberto Ribeiro Soares Filho, de 49 anos, preso no último dia 27 de janeiro.

Matérias relacionadas

Fonte: Portal A10+


Dê sua opinião:

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado