O novo comando do Turismo e a relação de Lira com o governo federal - A10+ Brasília
A10+ Brasília
A10+ BRASÍLIA

O novo comando do Turismo e a relação de Lira com o governo federal

O deputado Celso Sabino (União – PA) tomou posse como novo comandante da pasta nesta quinta-feira (03)


📲 Siga o A10+ no Instagram, Facebook e Twitter.

A posse do novo ministro do Turismo, Celso Sabino (União – PA) iniciou o processo de aproximação entre o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP – AL) e o presidente Lula. A imagem dos dois políticos, lado a lado, na solenidade chamou a atenção e tem mostrado que o chefe do executivo está aberto as negociações com os parlamentares que compõem o chamado “Centrão”, grupo que tem poder de decisão nas votações do plenário Ulysses Guimarães. E a chegada de Sabino ao Turismo foi a primeira etapa vencida.

  
O novo comando do Turismo e a relação de Lira com o governo federal Reprodução
 
 
 

Agora Lira e o Centrão miram mais longe. As conversas, nesse momento, giram em torno do Republicanos, partido do deputado Marcos Pereira, vice-presidente da Câmara e aliado de primeira ordem do político alagoano. A expectativa é de a legenda comande o Ministério dos Esportes e o nome escolhido já seja anunciado nos próximos dias.

Além disso, o próprio Progressistas, partido de Lira, já espera ser agraciado pelo presidente da República. Mesmo com divergências de posicionamento, o presidente da legenda, o piauiense Ciro Nogueira, liberou seus componentes para decidir se querem ou não desembarcar na base do governo federal. 

Depois de ambicionar os Ministérios da Saúde e do Desenvolvimento Social, sem sucesso, o PP vem vislumbrando o Ministério de Ciência e Tecnologia. E, atendendo aos apelos de Arthur Lira, o nome a ser escolhido para essa missão deve ser do líder do partido na Câmara, André Fufuca (PP – MA), homem de confiança de Lira e ligado ao Ministro da Justiça e Segurança Pública, Flavio Dino.

Entre os Progressistas da bancada piauiense, é possível se notar divergências sobre a situação. Se por um lado, o deputado Júlio Arcoverde demonstra seguir Ciro Nogueira na decisão de permanecer na oposição, por outro, Atila Lira já se mostra aberto aos “afagos” do governo.

Apesar desse primeiro passo com a nomeação de Sabino, Lira ainda está cauteloso. Ele aguarda mais ações efetivas de Lula que quer que essas negociações avancem para que a pauta econômica, que é o maior interesse do Pálacio do Planalto, saia do papel e todos sigam felizes com suas demandas atendidas.

Aguardemos também...

Fonte: A10+ Brasília


Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Por Fernanda Martinelli

Por Fernanda Martinelli

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Em destaque

Enquete

Qual sua opinião sobre o projeto aprovado pela Câmara que equipara aborto a homicídio

ver resultado